EMTU contesta pesquisa do Idec sobre qualidade de transporte e diz que aprovação por parte do passageiro é maior

Ônibus metropolitano em São Paulo. EMTU diz que avaliações são positivas também pelas pesquisas da ANTP. Foto: Adamo Bazani (Diário do Transporte)/Clique para Ampliar

Segundo gestora dos transportes metropolitanos de São Paulo, nota média de satisfação com os ônibus é de 7,06. Em levantamento do Idec, nota foi de 4,37

ADAMO BAZANI

A EMTU – Empresa EMTU – Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos, que gerencia os ônibus intermunicipais na Grande São Paulo, contestou levantamento divulgado pelo Idec – Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor, segundo o qual, as linhas metropolitanas receberam as piores avaliações por parte dos passageiros, com notas inferiores às dadas para as linhas municipais da capital paulista, gerenciadas pela SPTrans.

O levantamento do Idec teve como base as respostas de cerca de três mil passageiros por meio do aplicativo de celular MoveCidade, nos últimos 12 meses, nas regiões metropolitanas de São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte.

Em São Paulo, a nota média de zero a 10 dos ônibus municipais gerenciados pela SPTrans foi de 5,65,  segundo a pesquisa. Já os ônibus das linhas gerenciadas pela EMTU na região metropolitana de São Paulo receberam nota de 4,37. – Relembre: https://diariodotransporte.com.br/2018/09/14/onibus-intermunicipais-tem-pior-avaliacao-que-os-municipais-nas-regioes-metropolitanas-de-sao-paulo-e-bh-diz-pesquisa-do-idec/

Já a EMTU diz que pelo mais recente IQC – Índice de Qualidade da Satisfação do Cliente, do ano de 2017, cujos resultados são obtidos por meio de pesquisas de campo, a nota média dada pelos passageiros para atributos semelhantes aos divulgados pelo Idec foi 7,06; superior, portanto, às notas apuradas pelo Instituto de Defesa do Consumidor.

A gerenciadora estadual de transportes diz ainda que pesquisas feitas por aplicativos podem gerar distorções nos resultados e cita também a Pesquisa de Imagem da Associação Nacional de Transportes Públicos (ANTP), realizada até o ano de 2014, na qual, segundo a EMTU, as linhas metropolitanas aparecem com maior aprovação que as municipais da capital paulista.

A EMTU/SP informa que realiza anualmente pesquisa de avaliação de qualidade do transporte metropolitano na Região Metropolitana de São Paulo (RMSP), na qual é analisada a opinião dos usuários do serviço por meio do Índice de Qualidade da Satisfação do Cliente (IQC).

Trata-se de pesquisa estruturada de avaliação de serviço junto a uma amostra probabilística e representativa dos usuários. É aplicada pessoalmente por pesquisadores profissionais credenciados e treinados, em três períodos típicos ao longo do dia nas linhas com maior representatividade.

No levantamento mais recente realizado em 2017 em todos os atributos do IQC, “similares” ao aplicativo do Idec, a média é de 7,06, portanto superior à pesquisa.

Outra pesquisa realizada por entidade representativa do setor de transporte público é a Pesquisa de Imagem aplicada anualmente pela Associação Nacional de Transportes Públicos (ANTP) até o ano de 2014 (menos 2013), que pesquisava vários meios de transporte de São Paulo, inclusive os ônibus municipais da capital e os ônibus intermunicipais metropolitanos.

Os gráficos abaixo apresentam a série histórica dos últimos nove anos de pesquisa em que apenas em 2010 (59%) os ônibus da capital obtiveram aprovação (excelente + bom) igual ao dos ônibus metropolitanos. Nos demais anos, os índices são inferiores aos dos ônibus metropolitanos.

I

É importante ressaltar que pesquisas feitas por aplicativos se fundamentam em dados obtidos sem um pesquisador treinado que esclareça o teor de cada aspecto pesquisado. Os usuários podem avaliar vários modais, mesmo que não os utilize e ainda há a possibilidade de uma mesma pessoa acessar várias vezes o aplicativo, o que pode distorcer a amostra.

CORREDORES METROPOLITANOS:
A EMTU ainda explicou, na resposta, que o sistema de ônibus metropolitanos conta com dois corredores em plena operação, Corredor ABD (São Mateus – Jabaquara), que recebe boa avaliação dos passageiros, e o Corredor Guarulhos – São Paulo (Vila Galvão) que possui 12 km de extensão.

A gerenciadora também citou as obras do corredor Itapevi – São Paulo.

Em relação à observação do pesquisador em mobilidade do Idec, Rafael Calabria, cabe esclarecer que a RMSP conta com dois corredores de ônibus metropolitanos estruturados: o Corredor ABD (São Mateus – Jabaquara), que além da capital atende mais quatro cidades daquela região e é muito bem avaliado pelos seus usuários, e o Guarulhos – São Paulo (Vila Galvão) que possui 12 km de extensão.

Está em fase final de construção o corredor Itapevi – São Paulo, onde já estão em operação 5 km de viário entre as cidades de Itapevi e Jandira. O trecho Jandira – Carapicuíba, de 8,8 km, que inclui a construção do Terminal Carapicuíba, uma estação de transferência e nove estações de embarque e desembarque, está previsto para ser entregue no primeiro trimestre de 2019.

As obras do trecho Carapicuíba – Terminal Osasco km 21, com 2,2 km de extensão, serão iniciadas neste ano. O trecho já conta com o moderno Terminal Metropolitano Luiz Bortolosso, em Osasco. 

 No trecho Terminal Osasco km 21 – Vila Yara, com 7,6 km de extensão, o terminal Vila Yara está em obras para reforma e ampliação que serão concluídas  em 2019. Já foi emitida a licença prévia ambiental para a construção do viário.

 Feitas todas essas considerações, cabe ratificar que a EMTU/SP trabalha continuamente para aprimorar a prestação de serviços aos usuários do transporte de ônibus intermunicipais.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

8 comentários em EMTU contesta pesquisa do Idec sobre qualidade de transporte e diz que aprovação por parte do passageiro é maior

  1. Pô Adamo esses caras da EMTU não tem vergonha na cara não? Basta ir ao ABC paulista ou na região de campinas pra ver a porcaria de serviço que é prestado pelas empresas gerenciadas pela EMTU a situação ainda que tenha melhorado um pouco mas ainda no ABC acho ser a pior região pois há quanto tempo os caciques do transporte Mandam Mais que o governador no transporte já até perdi a conta de quantas vezes a licitação foi esvaziada boicotada por esses pilantras que se dizem empresários mas se mostram sim como ratos que fazem o poder publico de palhaço e o usuário de lixo.

  2. Essa EMTU e uma piada, a licitação que nuca sai, o Alckmin saiu do cargo depois de ano,s e finge que fez tudo em SP nas propagandas, ônibus acima da idade, e muitos bem velhos, piada.

  3. Os onibus sao bons ,novos a unica reclamacao e acho que nao e so minha ,sao os precos das passagens muito altas

  4. Na cidade de Hortolandia minha nota para a EMTU é zero. Os onibus tem atrasos recorrentes e operam em número insuficiente de carros o que causam uma superlotação desumana, que fere a dignidade do usuário que depende do transporte público, mas que paga caro por este Serviço. É revoltante e humilhante, além de arriscado todos os dias ir de pé, dependurado nas portas!

  5. No meu bairro e um ônibus pior que o outro, só ônibus veio que quebra toda hora , e quase todo dia tem um ônibus com defeito ,fora que demora demais a passar , isso quando nao passa no horário devido , motivo ônibus quebrado e falta de respeito com os passageiros que paga um absurdo de passagem por um ônibus intermunicipais , mais caro eles colocam pro bairro pobre . Essa pesquisa que passageiros aprova qualidade dos ônibus na minha opinião nao creio nisso , vergonhoso pra EMTU.

  6. Bando de sem vergonha.. as piores linhas que já peguei na vida são da EMTU. Vou citar aqui linha 473 são Paulo Guarulhos/Itaquá. Muitas vezes Não passam no horário ou nem passam, os motoristas mudam o itinerário conforme suas conveniências. Ônibus velhos.. perdi a conta de quantas vezes eles quebraram. Não existe respeito pelo passageiro. Perdi horas da minha vida esperando esses ônibus. Tento acompanhar pelo aplicativo mas as vezes eles somem no app, passam apagados e depois reaparecem no app. Não consigo enumerar aqui o tanto de irregularidade q vivencio nessa linha e tbm na 501 que faz praticamente o mesmo trajeto. É uma vergonha. As linhas municipais estão longe do ideal,mas as da EMTU são uma tragédia.

  7. Ônibus são bons,….porem extinguiram linhas deixando passageiros na mão….intervaloo absurdos em linhas como a 230 OSASCO-ALPHAVILLE…..38 MOGI-ARMENIA…seccionamento que deixou muitos passageiros na mão….e tarifas muito altas que não condiz com o percursso da linha..tá péssimo as conseccionarias da emtu na grande SP

  8. Péssimo vou citar a linha 194 guarara das 22 horas em diante nao tem ônibus fui assaltada 2 vezes porq nao tem horário certo pra passar na semana passa d uma em uma hora se e loco nesse horario da noite to cansada d pagar caro isso qndo o motorista vem a milhão e passa direto e deixa vc pra trás aff

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: