TCE suspende licitação do trecho 2 do VLT da Baixada

Entrega e abertura de envelopes das propostas estava marcada para 28 de agosto, terça-feira próxima

ALEXANDRE PELEGI

O plenário do Tribunal de Contas do Estado (TCE) suspendeu o edital de concorrência do trecho 2 do VLT em Santos, ligação entre Conselheiro Nébias-Valongo.

A suspensão do processo licitatório para a construção da nova etapa do VLT foi motivada por uma representação apresentada pelas empresas Telar Engenharia e Comércio e Spavias Engenharia.

A Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo (EMTU) afirmou que, em cinco dias, apresentará os esclarecimentos relacionados ao pedido de impugnação.

A sessão de entrega e abertura de envelopes das propostas estava marcada para o dia 28 de agosto, terça-feira da próxima semana.

A EMTU chegou a revisar o edital das obras do trecho Conselheiro Nébias-Valongo do VLT (Veículo Leve Sobre Trilhos) após questionamentos das empresas. Relembre:

EMTU revisa edital das obras do trecho Conselheiro Nébias-Valongo do VLT após questionamentos

concorrencia_VLT

Do site da EMTU

A EMTU informou, em nota, que o trecho do VLT que vai ligar Conselheiro Nébias a Valongo, em Santos, terá oito quilômetros de extensão e 14 estações de embarque e desembarque.

“O investimento estimado é de R$ 280 milhões. O sistema transporta atualmente 23 mil passageiros por dia. Com os dois trechos São Vicente (Terminal Barreiros) – Porto e Conselheiro Nébias – Valongo, em Santos, serão transportados em média 70 mil passageiros por dia.”

A licitação do segundo trecho do VLT sofreu o atraso mais recente, de um mês e meio, em abril deste ano. Na ocasião, a EMTU adiou a entrega das propostas, que esta prevista para 3 de maio, para o dia 19 de junho.

Relembre: Adiada entrega de propostas para a segunda fase do VLT da Baixada Santista

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transporte

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: