Prefeitura de Maceió desiste de recorrer na Justiça e tenta acordo com empresários sobre catracas altas

A Prefeitura iria recorrer da decisão, mas definiu, por fim, tentar um acordo com as empresas

Tentativa será para combater a prática de passageiros que pulam as catracas e não prejudicar a entrada das pessoas nos ônibus

JESSICA MARQUES

A SMTT (Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito) da Prefeitura de Maceió descartou a possibilidade de recorrer na Justiça sobre a suspensão das catracas altas nos ônibus da cidade. A decisão foi divulgada nesta segunda-feira, 13 de agosto de 2018.

Em vez de entrar na Justiça, a SMTT informou que vai tentar fazer um acordo com os empresários para, em vez de retirar as catracas altas, apenas aumentar o diâmetro dos equipamentos.

A medida tem com objetivo evitar constrangimentos ou dificuldades aos passageiros. Muitos relataram problemas após a implantação das catracas altas, por não conseguirem embarcar.

Inicialmente, as empresas teriam até sábado, 11 de agosto de 2018, para se adequarem à Lei Municipal 6.752/2018, que definiu a retirada das catracas altas dos coletivos. Entretanto, o juiz juiz Antônio Emanuel Dória determinou a suspensão dos efeitos da legislação.

Relembre: Justiça derruba lei que proíbe catracas altas em Maceió

A Prefeitura iria recorrer da decisão, mas definiu, por fim, tentar um acordo com as empresas. A tentativa será para combater a prática de passageiros que pulam as catracas e, ao mesmo tempo, não prejudicar a entrada das pessoas nos ônibus.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

 

2 Trackbacks / Pingbacks

  1. Prefeitura de Maceió estabelece prazo de 90 dias para novo design de catracas altas nos ônibus – Diário do Transporte
  2. Prefeitura prorroga prazo para readequação das catracas nos ônibus de Maceió – Diário do Transporte

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: