TRANSPÚBLICO 2018: Caio estima crescimento de até 10% para 2018

Caio Apache VIP, líder de vendas, estava na parte de fora da feira. Foto: Adamo Bazani.

Encarroçadora registrou alta de em torno de 15% na produção, no primeiro semestre

JESSICA MARQUES/ADAMO BAZANI

A encarroçadora Caio, presente na Lat.Bus & Transpúblico 2018, estima um crescimento de 7% a 10%, em relação a 2017. A informação foi divulgada pelo diretor industrial da empresa, Maurício Lourenço da Cunha.

“No primeiro semestre, em relação ao mesmo período do ano passado, a Caio registrou uma alta de em torno de 15% na produção”, disse o diretor.

A expectativa é de que o cenário venha a melhorar ainda mais em 2019, após a definição do quadro político, também segundo Maurício.

O diretor informou ainda que a Caio quer se tornar mais competitiva no subsistema local da capital paulista.

URBANOS NA TRANSPÚBLICO

A Caio Induscar apresentou modelos de ônibus urbanos que vão de micro-ônibus a superarticulado na Lat.Bus & Transpúblico 2018. O grande destaque foi o líder de vendas Apache VIP.

O Caio Apache VIP estava exposto na configuração de 15 metros, o que é uma novidade, pois essa foi a primeira carroceria com chassi B270F, encomendado na Volvo. A versão é para o sistema da região metropolitana de Belo Horizonte.

O ônibus vem com ar-condicionado, janelas coladas com vidros fumê, além de itinerários e iluminação interna em LED. Além disso, o último eixo é direcional, o que, segundo a Caio, facilita a operação do condutor.

“Devido à dimensão do veículo, possui lotação total de aproximadamente 100 passageiros, com rampa móvel para total acessibilidade, sendo indicado para itinerários de grande demanda de passageiros”, informou a encarroçadora, em nota.

Os veículos da Caio estavam tanto no estande da empresa quanto nas vagas externas da feira. Quem foi ao evento viu também o Millennium BRT Superarticulado; o Millennium motor traseiro, nas versões padron e elétrico; o Apache VIP, na versão 15 metros; e o micro F2400.

Logo na entrada da feira, foi quase impossível não notar o Millennium BRT Superarticulado, que estava exposto com a pintura da SPTrans. O ônibus acomoda 175 passageiros e, em outras configurações, pode chegar a 200 passageiros. O veículo vem com tomadas USB para carregamento de dispositivos e Wi-Fi.

O Millennium motor traseiro estava presente nas versões padron e elétrico. O padron está em sua quarta geração. O modelo de ônibus motor traseiro é o mais utilizado na capital paulista, segundo informações da Caio.

O ônibus possui um comprimento total de 13.450 mm e lotação de 90 passageiros. Também é equipado com tomadas USB para carregamento de dispositivos. O ar-condicionado e os vidros colados na cor fumê também são itens presentes no veículo.

O Millennium apresentado na versão elétrica, por sua vez, é resultado de uma parceria com a BYD. O modelo possui baterias com autonomia de, em média, 250 km, e capacidade de reverter a energia cinética em elétrica nos momentos de frenagem dos ônibus, sendo utilizada para realimentar o veículo, resultando em zero emissão de poluentes.

Leia também: TRANSPÚBLICO 2018: BYD apresenta ônibus elétrico de piso alto. Espaço interno é um dos destaques do veículo

Por fim, o micro F2400 também foi apresentado na feira. Segundo informações da Caio, o veículo teve o peso reduzido após estudos da equipe de engenharia da empresa, com o objetivo de economizar combustível.

“O conjunto do painel e cofre do motor com novo design, resulta em conforto térmico e acústico aos usuários. A base, que reveste todo o patamar do motorista, minimiza a entrada de calor e ruídos, e o novo design facilita o acesso do motorista aos instrumentos. A central elétrica, embutida na base do painel, possibilita amplo acesso à manutenção”, garantiu a Caio, também em nota.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta