Rio de Janeiro oficializa fim da padronização visual dos ônibus

A secretaria ainda vai publicar nova regulamentação sobre a padronização visual da frota. Foto: Divulgação.

No último dia 12 de julho, gestão Crivella já havia acenado para a possibilidade

ADAMO BAZANI

A Secretaria Municipal de Transportes do Rio de Janeiro oficializou nesta segunda-feira, 23 de julho de 2018, o fim da atual padronização das pinturas dos ônibus municipais.
A resolução 2999, publicada hoje, revoga outra de 15 de outubro de 2010, que determinava as pinturas por consórcios.

A pasta cita o acordo entre prefeitura e empresas de ônibus, que englobou o reajuste da tarifa para R$ 3,95, renovação de frota e as pinturas.

“Os termos e condições pactuados pelos signatários dos Contratos de Concessão do Serviço Público de Transporte de Passageiros por Ônibus – SPPO/RJ, que resultaram na assinatura do Termo de Conciliação firmado entre o Município do Rio de Janeiro e os Consórcios delegatários do serviço”.

dca089b3-cb86-4dcd-984f-bc26e4a64b27.jpeg

O Diário do Transporte já havia noticiado a possibilidade do fim da padronização, quando ocorreu o anúncio de 150 ônibus novos em 90 dias. Relembre: https://diariodotransporte.com.br/2018/07/12/prefeitura-do-rio-de-janeiro-promete-entrega-de-150-onibus-em-ate-90-dias-e-divulga-nova-padronizacao-de-cores/

A secretaria ainda vai publicar nova regulamentação sobre a padronização visual da frota, para estabelecer o novo padrão de identificação visual.

Pela assessoria de imprensa, a secretaria disse que ainda trará novas informações.

“A mudança [da padronização visual] havia sido anunciada pelo prefeito e agora passa pelos trâmites, conforme publicação no Diário Oficial desta segunda-feira. Qualquer nova informação sobre o assunto será divulgada oportunamente.”

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. PAULO CAIO PEÇANHA disse:

    ..PARABENS AO PREFEITO CRIVELA, POR ESSA DECISÃO……ISSO DA LIBERDADE AS EMPRESAS A TEREM SUA PRÓPRIA IDENTIDADE, E PERMITE A CRIATIVIDADE DE UMA PINTURA BONITA, COM DESENHOS E CORES BONITAS….

  2. João Élcio disse:

    Enquanto isso, o serviço continua sucateado..
    Acho que tem outros padrões a serem revistos..

    1. rdish disse:

      Acho que você entendeu errado. O título também dá a entender isso. Na verdade, foi revogada a atual padronização, mas vão criar outra.

    2. MÁRCIO disse:

      É a regulamentação da volta dos cobradores.

  3. Diego Queiroz disse:

    Pelo que li irão trocar uma padronização por outra. Aonde fala em “empresas terem sua própria identidade”?

  4. Lucas Tavares disse:

    Gente, não é a volta das cores originais, é uma nova padronização com outras cores pra diferenciar (além das 4 dos consórcios)

  5. Leandro Lacerda disse:

    Ficar revogado significa que está Anulado, ou seja, está Anulado a lei de 2010 que padronizava a pintura dos oniôni por consórcios! Se a lei está anulada, isto quer dizer que as empresas não deverão mais pintar os ônibus segundo a lei de 2010, estão livres.

    1. davidge disse:

      Revogar e anular não são a mesma coisa. Se revoga algo que é legal, enquanto se anula algo que é ilegal. Aliás, se a antiga determinação não fosse legal, não poderia a Secretaria de Transportes mudá-la, e sim um Juiz de Direito, pois seria caso para o poder judiciário cuidar.

  6. Jean Barbosa disse:

    Já foi tarde, a padronização dos ônibus foi um grande retrocesso para nossa cidade, não ajudou ou facilitou em absolutamente nada, a “pintura única” só serviu para maquiar as empresas, confundir os passageiros e poluir o visual da cidade, ninguém gostou.

  7. deilton Paulino disse:

    Adeilton Paulino. Muito bom isso! hoje me deparei a distância com o verde da empresa Macias.. logo de longe já identifiquei como nos velhos tempos a linha 232.. no padrão antigo percebe-se mais rápido e de longe quem é quem! parabéns pela iniciativa

Deixe uma resposta para Leandro Lacerda Cancelar resposta