Prefeitura do Rio de Janeiro promete entrega de 150 ônibus em até 90 dias e anuncia nova padronização de cores

Cada empresa será representada por uma cor diferente, com o objetivo de facilitar a identificação da linha pelos passageiros que estão no ponto. Foto: Divulgação.

Veículos serão equipados com ar-condicionado, Wi-Fi e entradas USB em cada assento, para carregar celulares

JESSICA MARQUES

A Prefeitura do Rio de Janeiro prometeu a entrega de 150 ônibus novos em até 90 dias para a capital. Os veículos serão equipados com ar-condicionado, Wi-Fi e entradas USB, sendo uma em cada assento, para carregar aparelhos celulares. A frota também terá nova padronização de cores, voltando a ser uma cor por empresa.

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, conheceu um dos veículos nesta quinta-feira, 12 de julho de 2018. O compromisso assumido pelo Rio Ônibus, em acordo fechado em junho com a Prefeitura, prevê a renovação total da frota até 2020, segundo informações da administração municipal.

“Nossos ônibus agora vão ter wi-fi, ar-condicionado, conexão para carregar o celular e mais segurança. A iluminação é toda de LED, com mais luz e gastando menos energia, melhor para o meio ambiente. Portanto, esse sistema vai agradar a população, que todo dia vai trabalhar e volta para casa de ônibus” – disse o prefeito.

A nova frota prevê outra padronização de cores. Os 150 ônibus do primeiro lote já estão no novo padrão estabelecido entre a Prefeitura e o Rio Ônibus. Cada empresa será representada por uma cor diferente, com o objetivo de facilitar a identificação da linha pelos passageiros que estão no ponto.

Novos ônibus terão ar-condicionado, wi-fi e carregadores de celular

Ônibus tem uma tomada USB para carregar celular em cada assento

Além da mudança, o acordo firmado recentemente entre Prefeitura e o Rio Ônibus, sindicato que representa os donos das empresas, também inclui transparência. Segundo a Prefeitura, “os empresários se comprometeram a fornecer informações sobre receita e custos, com balancetes trimestrais de suas operações contábeis e financeiras. Uma empresa independente fará a auditoria dos números”.

“A gente acredita nesse processo de transparência com a Prefeitura. Estamos hoje dando mais um passo nesse sentido, ao trazer os representantes das montadoras e dos bancos (que vão financiar a compra dos novos veículos) para apresentar ao prefeito todo o pacote de benefícios que os ônibus terão. Hoje, mais de 50% da frota têm ar-condicionado. A ideia é completar isso e fazer a renovação aos poucos” – disse Claudio Callak, presidente do Rio Ônibus.

O presidente do sindicato das empresas também informou que o custo de cada veículo fica entre R$ 450 mil e R$ 480 mil. O modelo de ônibus apresentado nesta quinta-feira é um Marcopolo Torino.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

6 comentários em Prefeitura do Rio de Janeiro promete entrega de 150 ônibus em até 90 dias e anuncia nova padronização de cores

  1. Kleber Rios Silva Kleber // 12 de julho de 2018 às 20:40 // Responder

    Esse é o Prefeito que o Rio merece, ficha limpa, trabalhador, honesto, acorda todo dia às 5 horas da manhã e já cai em campo, e está dando conforto para população sofrida. E ã rede esgoto ainda está querendo o seu impchement Fora globo!!!!!!

  2. Não entendi se será uma cor unica ou pintura com várias cores como antes

  3. Se foi informado que será uma cor (layout) por empresa, ou seja, serão despadronizado e pelo jeito será o fim dos consórcios da cidade do Rio.

  4. OLÁ ADAMO

    Faço votos que a Prefeitura do Rio de Janeiro realmente volte com as pinturas por empresa e não por consórcio, como está hoje, por sinal com uma programação visual pra lá de sofrível, que só prejudicou os cidadãos.

    Referente à questão da padronização das pinturas por operadora, a questão não é saudosismo ou privativismo, como já ouvi. Não sou saudosista nem privatista, ao menos nessa questão.

    Minha análise é técnica.

    Senão vejamos as vantagens da padronização por operadora e não por determinação estatal (padronização única):

    1 – para o passageiro: enxerga à distância e com muito maior acuidez o “seu” ônibus, que está indo para o “seu” bairro ou a “sua” cidade.

    2 – para o empresário: gasta menos com combustível, freios e pneus, à vista que não há tantas freadas bruscas realizadas por passageiros que, por não enxergarem à distância o “seu” ônibus, acabam por fazer sinal repentinamente, após selecionar entre os inúmeros ônibus existentes, o “seu”.

    3 – para o gestor público: controla melhor todo o sistema, inclusive a qualidade de cada operadora, permitindo ainda aos passageiros não confundir o operador com o gestor.

    4 – para a mobilidade geral: permite que os ônibus andem mais rápido como um todo. Portanto, o sistema de ônibus andará mais rápido, já que os passageiros tenderão a acelerar os sinais que fazem para os “seus” ônibus.

    5 – para o visual urbano: faz com que o colorido das operadoras melhore o visual das cidades, tão “cinzentas” que são. Não é um festival de cores, mas sim uma visualização melhor do colorido urbano.

    6 – para a qualidade total: faz com que as operadoras queiram efetivamente melhorar suas operações, incluindo veículos, pois a perfeita identificação de cada uma delas faz com que todos percebam quem é melhor e quem não é tão bom assim.

    7 – para o sistema de transporte: permite que, inclusive em consórcio, cada operadora seja perfeitamente identificada, objetivando melhor relação custo-benefício no sistema de transporte como um todo.

    Saudações,

    Mario Custódio

  5. Washington de Siqueira // 14 de julho de 2018 às 10:32 // Responder

    Concordo em tudo Mário. Excelente explicação o seu ponto de vista. Vamos torcer pra que se realize essa mudança.

  6. Alexander dos Santos Viana // 18 de julho de 2018 às 18:38 // Responder

    Fico feliz que virão novos ônibus, pena que eu não sei se virão alguns para a zona oeste, lamentável de ser uns dos locais do rio de janeiro que a população destrói , do que cuidar .

1 Trackback / Pingback

  1. Rio de Janeiro oficializa fim da padronização visual dos ônibus – Diário do Transporte

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: