Curitiba volta a testar superarticulado da Mercedes-Benz

Veículo foi testado em outras empresas da região.

Veículo já é usado em grande escala como nos sistemas da capital paulista, Corredor ABD e Rio de Janeiro

ADAMO BAZANI

A cidade de Curitiba volta a testar nos próximos dias o modelo de ônibus de grande capacidade Mercedes-Benz O500 MDA (piso alto), chamado pela montadora de “superarticulado”.  A unidade possui carroceria Marcopolo modelo Viale BRT.

O modelo vai rodar por linhas da Viação Cidade Sorriso.

O objetivo é verificar a viabilidade do veículo no sistema da capital paranaense, para operações nos corredores.

Por causa da configuração das portas da carroceria, não compatíveis ainda com as estações-tubo, a circulação será com tambores e sacos de areia simulando lotação máxima.

O superarticulado tem 23 metros de comprimento com capacidade entre 180 e 220 pessoas, dependendo da configuração interna, e se posiciona entre o articulado mais comum, de 18,6 metros para 120 passageiros, e o biarticulado, de 28 metros, para 270 pessoas.

Segundo a montadora, esta é uma das principais características do modelo que tem maior capacidade que o articulado e mais flexibilidade que o biarticulado. A fabricante diz ainda que o custo operacional é menor.

O veículo foi exposto neste último final de semana na Expo 2018, uma exposição de ônibus antigos e novos realizada em Campo Largo, na região metropolitana.

Não é o “primeiro namoro” da Mercedes-Benz com o sistema.

Ônibus “superarticulado” versão piso baixo testadp em 2014 Foto: Everson Bressan/SMCS

Em março de 2014, foi testado um superarticulado com carroceria Caio Millennium BRT por técnicos da Urbs – Urbanização de Curitiba S.A. (gerenciadora do sistema) em várias ruas da capital paranaense, percorrendo avenidas de grande movimento, como Comendador Franco (Avenida das Torres), ruas de pouco tráfego e canaletas exclusivas do expresso. O veículo fez longos trajetos passando pelos bairros Pinheirinho, Rebouças, Jardim Botânico, Prado Velho, Boqueirão e Portão.

Em abril de 2016, a mesma unidade que vai rodar nas linhas da Viação Cidade Sorriso, operou com passageiros pela Leblon Transporte na linha F 03 entre a capital Curitiba e a cidade de Fazenda Rio Grande, na região metropolitana.

No mesmo ano, o modelo exposto operou na linha Interbairros II, da Transporte Coletivo Glória.

Se em Curitiba e região metropolitana, até o momento o superaticulado se limitou a testes, em outros grandes sistemas, o modelo que foi lançado em outubro de 2012, já opera comercialmente faz tempo, com destaque para a cidade de São Paulo, a cidade do Rio de Janeiro e o Corredor Metropolitano ABD, na grande São Paulo.

O sistema da capital paulista é o que tem mais superarticulados no País: 1305 unidades, de acordo com a gerenciadora, SPTrans, que ainda registra 179 biarticulados. Veja a composição da frota da capital paulista neste link de matéria especial:

REPORTAGEM ESPECIAL: Ônibus em São Paulo são nota 7,5 e metade das linhas com pior desempenho está na zona Leste

Corredor ABD, na Grande São Paulo, foi um dos primeiros sistemas com superarticulado no País

São Paulo é a cidade com maior número de superarticulados no Brasil: 1305 unidades, segundo a gerenciadora SPTrans – São Paulo Transporte

Firmar a presença de um modelo em Curitiba é emblemático para qualquer montadora. Isso porque, além do negócio em si, a vantagem é que a capital paranaense é vitrine ainda para diversas regiões do país e da América Latina, já que a cidade é o berço do BRT (sistema de corredores de trânsito rápido para ônibus), copiado em diversas partes do País.

A montadora também está de olho nas oportunidades de volumes maiores de vendas.

Um acordo entre as empresas de ônibus, que ficaram sem renovar a frota entre 2013 e 2017 alegando defasagem na remuneração, e a gestão Rafael Greca, vai incluir no sistema 450 veículos zero quilômetro dos mais variados portes até 2020, em substituição aos veículos mais antigos. As primeiras unidades já foram entregues, sendo 25 biarticulados Volvo.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2017/11/14/curitiba-vai-receber-150-onibus-novos-por-ano-ate-2020/ e https://diariodotransporte.com.br/2018/03/28/volvo-entrega-25-onibus-novos-biarticulados-e-greca-fala-em-expansao-de-oferta-de-transportes/

Volvo tem hoje participação comercial absoluta em ônibus de maior capacidade e, Curitiba

A Volvo reina ainda de forma absoluta quando o assunto é ônibus de alta capacidade em Curitiba. Todos os biarticulados operando comercialmente na cidade são da marca, pioneira neste tipo de veículo no Brasil, com a primeira unidade operando desde 1992 e que hoje passa por um processo de restauração para acervo histórico.

Scania quer participação no sistema de Curitiba com modelo de motor dianteiro

Mas os concorrentes estão de olho neste mercado. Além da Mercedes-Benz com o superarticulado, a Scania testa um modelo de biarticulado de motor dianteiro, com carroceria Caio Millennium BRT.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

2 comentários em Curitiba volta a testar superarticulado da Mercedes-Benz

  1. Cabrito biarticulado??? Meu Deus, eu vivi pra ver isso…

  2. Vai dar em nada, este teste da Mercedes em Curitiba. Não vão conseguir quebrar o monopólio URBS-VOLVO-GRECA-GULIN.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: