Funcionários de empresa de ônibus de Caruaru (PE) fazem protesto

Durante o protesto, pneus em chamas interditaram a Rua 15 de Novembro. Foto: Edvaldo Coelho/TV Asa Branca

Viação Bahia não venceu licitação de 2015 e não poderá operar na cidade a partir desta terça-feira, 26 de junho

JESSICA MARQUES

Os funcionários da empresa de ônibus Bahia fizeram um protesto nesta segunda-feira 25 de junho de 2018 em Caruaru, Pernambuco. A viação não venceu a licitação de 2015 e os veículos não poderão operar na cidade a partir desta terça-feira, 26.

O protesto foi realizado na Rua 15 de Novembro, no centro da cidade, que fica no Agreste de Pernambuco. Durante a manifestação, pneus em chamas interditaram a via e o Corpo de Bombeiros foi acionado.

Apenas três empresas de ônibus vão poder prestar serviços na cidade, por terem vencido a licitação. Os funcionários cobraram um posicionamento da Destra (Autarquia Municipal de Defesa Social, Trânsito e Transportes), questionando como a licitação foi feita.

Em nota enviada ao G1, a empresa Bahia informou que ainda não foi notificada de que não poderá circular na cidade. Além disso, a empresa lembrou que existe um processo ouvido pelo Ministério Público que discute a legalidade da licitação, em fase de recurso, aguardando julgamento de apelação pelo Tribunal de Justiça.

O edital chegou a ser suspenso, mas a suspensão foi derrubada. Em 2015, venceram a licitação as empresas Tabosa, Capital do Agreste e Coletivo.

O presidente da Destra, Roberto Bezerra, informou nesta segunda-feira, 25 de junho, que a autarquia está conversando com as empresas vencedoras da licitação do transporte público para não haver descontinuidade dos serviços na cidade.

A partir desta terça-feira, 26 de junho, apenas os ônibus das empresas vencedoras do certame poderão circular na cidade. Lotações também estão proibidas de circular da zona rural até a cidade.

Jessica Marques para o Diário do Transporte 

 

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta