Polícia Rodoviária de São Paulo multa veículos que bloqueiam estradas no estado

Até o momento, já foram aplicadas 362 multas. Foto: Divulgação

Policiamento foi acionado pelo secretário de Segurança Pública, Mágino Alves Barbosa Filho

JESSICA MARQUES

A Polícia Rodoviária de São Paulo passou a multar veículos que estacionem em fila dupla nas estradas paulistas ou que realizem algum tipo de bloqueio. O secretário de Segurança Pública do Estado, Mágino Alves Barbosa Filho, acionou o policiamento rodoviário neste sábado e informou que já foram aplicadas 362 multas.

A medida foi tomada em meio aos protestos de caminhoneiros, que bloqueiam rodovias em todo o país. Neste sábado, a paralisação chegou ao 6º dia.

Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública, os valores são de R$ 88,32 (Art. 181 VII – estacionar veículo no acostamento), R$ 5.869,40 (Art 253 A – Usar veículo para interromper a circulação da via) e suspensão do direito de dirigir por 12 (doze) meses. A multa pode também chegar a R$ 17.608,20 para organizadores (veículos a frente).

“A pasta acompanha desde o dia 21 de maio a paralisação de caminhoneiros e está presente para garantir a ordem pública e segurança dos envolvidos. No momento, não há vias totalmente interditadas.

A Polícia Militar também acompanhou 61 escoltas de caminhões para aeroportos, empresas de transporte público, hospitais e serviços essenciais. A instituição está adotando as medidas necessárias para dar todo o suporte no abastecimento no Estado. É importante esclarecer que não há paralisação de viaturas paulistas” – informou a Secretaria de Segurança Pública, em nota.

Leia também: Greve dos caminhoneiros: Ainda há centenas de bloqueios em todo o País neste sábado, ônibus com frota reduzida e postos ainda sem combustíveis – Em tempo real

Jessica Marques para o Diário do Transporte

 

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Rodrigo Zika! disse:

    Se só estiver no acostamento não faz sentido, piada, querem fazer de tudo pra apaziguar.

Deixe uma resposta