Rodoviários de Passo Fundo (RS) aceitam proposta de reajuste e suspendem greve

Foto: ônibus da Transpasso (Passo Fundo) Djalmo Dutra / Ônibus Brasil

A proposta aprovada pela categoria oferece um primeiro reajuste salarial de 1%, retroativo ao mês de março, e um novo reajuste de mais 1% a partir de 1º de agosto.

ALEXANDRE PELEGI

Os trabalhadores do transporte coletivo de Passo Fundo, interior do Rio Grande do Sul, aceitaram a proposta de reajuste salarial feita pelas empresas Coleurb e Transpasso.

Eles haviam suspendido a greve marcada para iniciar ontem, dia 15, para avaliar a contraproposta patronal.

Com a aprovação da categoria, a greve está definitivamente afastada.

Por sugestão do TRT, foi apresentada uma nova proposta de reajuste dos salários, que foi encaminhada para avaliação dos rodoviários em assembleias que aconteceram ao longo desta terça-feira.

A proposta aprovada oferece um primeiro reajuste salarial à categoria de 1%, retroativo ao mês de março, e um novo reajuste de mais 1% a partir de 1º de agosto.

Para o vale-alimentação, atualmente de R$ 340, a proposta é de aumento gradativo: R$ 360 retroativo a março deste ano, R$ 370 nos meses de junho e julho, e R$ 380 a partir de agosto.

Miguel dos Santos, que preside o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Coletivos Urbanos de Passo Fundo, disse foram feitas diversas assembleias durante todo o dia de ontem.

O aumento vinha sendo discutido desde o final de fevereiro de 2018.

As duas empresas Coleurb e Transpasso detêm, ao lado da Codepas (Companhia de Desenvolvimento de Passo Fundo, empresa pública), a concessão do transporte coletivo da cidade. Juntas, as duas respondem por 70% das linhas do município (33 ao todo), e empregam 550 trabalhadores.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

1 Trackback / Pingback

  1. Empresas de ônibus de Passo Fundo (RS) citam aumento do diesel e cobram reajuste tarifário – Diário do Transporte

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: