Estações da Linha 15-Prata ficam fechadas para testes no fim de semana

Segundo informações do Metrô, serão realizados testes no sistema de controle dos trens.

Metrô informa que vai disponibilizar ônibus do sistema Paese para atender passageiros

JESSICA SILVA PARA O DIÁRIO DO TRANSPORTE

As estações da Linha 15-Prata do monotrilho de São Paulo vão ser fechadas neste fim de semana, tanto no sábado, 28 de abril, quanto no domingo, 29. Segundo informações do Metrô, serão realizados testes no sistema de controle dos trens.

O Metrô informou ainda que serão disponibilizados ônibus gratuitos do sistema Paese (Plano de Atendimento entre Empresas de Transporte em Situação de Emergência). Os coletivos vão transportar passageiros apenas no trecho entre Oratório e Vila Prudente, únicas estações da linha que funcionam em operação comercial, com cobrança de tarifa.

A Linha-15 funciona em esquema de operação assistida entre as estações São Lucas e Vila União, de segunda a sexta-feira, das 10h às 15h, sem cobrança de tarifa.

Nos últimos meses, o funcionamento da linha foi interrompido diversas vezes para a realização de testes no sistema de controle dos trens. Em 15 de abril, por exemplo, as estações ficaram fechadas ao público das 4h40 às 16h.

Relembre: Linha 15-Prata do monotrilho terá funcionamento interrompido no domingo

Em março, o funcionamento da linha foi interrompido diversas vezes para o mesmo objetivo, os testes no novo sistema de controle. As estações ficaram fechadas nos dias 3 e 4 de março, um fim de semana, e de 8 a 11 de março, conforme publicado pelo Diário de Transporte.

Relembre:

Operação das linhas 15-Prata do Monotrilho e 5-Lilás do Metrô tem alterações no fim de semana

Linha 15-Prata do monotrilho de São Paulo ficará fechada de quinta a domingo

NOVAS ESTAÇÕES

Em 6 de abril de 2018, o secretário e o ex-governador Geraldo Alckmin, em seu último dia à frente do Executivo Paulista, entregaram quatro estações da Linha 15-Prata: São Lucas, Camilo Haddad, Vila Tolstói e Vila União. O novo trecho possui 5,5 km de extensão.

As estações ficarão abertas de segunda a sexta-feira, das 10h às 15h, em operação assistida, sem cobrança de tarifa. O passageiro poderá seguir viagem até a Estação Oratório, onde será direcionado a embarcar para a área paga, caso queira seguir até a Vila Prudente.

Com as entregas, a linha 15 passa a ter 7,8 km de extensão, ligando a Vila União à Vila Prudente, estação que faz integração com a linha 2-Verde do Metrô.

A promessa do Governo do Estado é inaugurar as estações que restam até o final de junho deste ano. Quando estiver em plena operação, segundo Clodoaldo Pelissioni o trecho será servido por 27 trens de monotrilho, sendo que o trajeto entre São Mateus e Vila Prudente deve ser feito em aproximadamente 25 minutos.

Quanto à estação do Iguatemi Jardim Colonial, esta terá suas obras licitadas até junho e a expectativa é que ela esteja construída até 2021.

O secretário também declarou que, ainda neste ano, a empresa Scomi, da Malásia, deve entregar a primeira composição da Linha 17-Ouro de Monotrilho, prevista para ligar a estação Morumbi, da Linha 9-Esmeralda, à região do aeroporto de Congonhas. A Linha 17 foi concedida à iniciativa privada juntamente com a Linha 5-Lilás.

Leia mais em: Linha 15 do monotrilho terá operador privado até setembro, diz Pelissioni

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta