Linha Sul do Metrô de Fortaleza tem tarifa mais cara a partir de 2ª-feira, dia 23

Ilustração: Metrô de Fortaleza, Linha Sul

Tarifa integral passa dos atuais R$ 3,20 para R$ 3,40, reajuste de 6,25%

ALEXANDRE PELEGI

A tarifa da Linha Sul do Metrô de Fortaleza ficará mais cara a partir desta segunda-feira, dia 23 de abril.

A informação é da Companhia Cearense de Transporte Metropolitanos (Metrofor), estatal do Governo do Ceará que opera o sistema metroviário da capital do estado.

O valor da tarifa integral passa dos atuais R$ 3,20 para R$ 3,40, reajuste de 6,25%. A tarifa para estudantes vai de R$ 1,60 para R$ 1,70.

O reajuste ficou bem acima da inflação de 2017, que atingiu 2,27% em Fortaleza segundo o IPCA, índice medido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A Metrofor amargou um prejuízo de R$ 167,34 milhões em 2017. O montante representa um aumento de 10,6% no déficit do ano anterior, quando o valor era de R$ 151,24 milhões. Confira: https://diariodotransporte.com.br/2018/04/16/metrofor-tem-prejuizo-106-maior-com-deficit-de-r-1673-milhoes/

A Linha Sul transportou 6,53 milhões de pessoas no ano passado, 12% a mais que em 2016, com 5,8 milhões de passageiros transportados.

SISTEMA METROVIÁRIO DO CEARÁ:

A Linha Sul do metrô de Fortaleza interliga o centro da cidade ao município de Pacatuba, na região metropolitana da capital cearense. São aproximadamente 20 mil pessoas transportadas por dia, em média. A Linha Sul possui 24,1 km de extensão, passando por 19 estações.

A Linha Oeste vai do centro de Fortaleza ao município de Caucaia, na região metropolitana da capital cearense. São 6,5 mil pessoas transportadas por dia, em média. De uma ponta a outra, são 19,5 km de extensão, passando por 10 estações.

O Ramal Parangaba-Mucuripe é um sistema de transporte de passageiros sobre trilhos com ampla demanda de transporte, devido à alta densidade demográfica das regiões cortadas por este ramal, conforme informado pela Metrofor.

A linha opera com Veículo Leve Sobre Trilhos e encontra-se em operação assistida no trecho de 5km que tem obras concluídas. O trecho em operação interliga a estação Borges de Melo até a estação da Parangaba e atualmente transporta 620 passageiros por dia, em média. O embarque é gratuito.

O Metrô do Cariri contempla os municípios de Crato e Juazeiro do Norte. São 1,3 mil pessoas transportadas por dia – em média. De uma ponta a outra, são 13,6 km de extensão, passando por 9 estações.

Já o Metrô de Sobral possui duas linhas em operação. A Linha Sul (com 7,2 km de extensão) interliga os bairros Sumaré e Cohab II. A Linha Norte (com 6,7 quilômetros de extensão) liga o bairro do Junco até o bairro Novo Recanto.

São aproximadamente 1,5 mil pessoas transportadas por dia – em média. Os 13,9 quilômetros de extensão passam por 12 estações, também segundo a Metrofor. As linhas formam traçados que se tangenciam na estação Coração de Jesus, que funciona como Estação de Integração.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta