Metrô de São Paulo confirma entrega da Estação Oscar Freire da Linha 4 para esta quarta-feira, 04

Estação Oscar Freire deveria ter sido entregue em 2014. Foto: Fernando Galfo – Clique para Ampliar

Governador Geraldo Alckmin já havia anunciado a data em entrega da linha do Aeroporto de Cumbica, como informou Diário do Transporte. Obra deveria ter sido concluída em 2014

ADAMO BAZANI

O Metrô de São Paulo confirmou que a Estação Oscar Freire, uma das mais aguardadas da Linha 4-Amarela, será finalmente inaugurada nesta quarta-feira, 04 de abril de 2018.

As entregas das estações da linha estão atrasadas devido a problemas com as construtoras e licitações  ao longo da execução das obras.

Por uma previsão do Governo do Estado em 2012, a estação Oscar Freire deveria ter sido entregue em 2014.

Em 2012, o Metrô assinou o contrato de construção de um trecho da linha com o Consórcio Isolux Corsán-Corviam, correspondente às estações Higienópolis-Mackenzie, Oscar Freire, São Paulo-Morumbi e Vila Sônia, o terminal de ônibus na Vila Sônia, o pátio para trens também na Vila Sônia um túnel de dois quilômetros para fazer uma ligação para este pátio.

Mas após a paralisação das obras por parte do consórcio, em 2015, o Metrô teve de fazer uma nova licitação.

O novo consórcio de construtoras só retomou as obras em agosto de 2016.

O Governo do Estado então mudou a previsão de entrega das estações Higienópolis Mackenzie e Oscar-Freire para o final de 2017.

A estação Higienópolis foi concluída em 23 de janeiro deste ano. Agora, neste dia 04 de abril será aberta a estação Oscar Freire.

No sábado, 31 de março, o Governador Geraldo Alckmin já havia anunciado a abertura da estação.

Durante suaa última semana à frente do comando do governo estadual, Alckmin fará sucessivas inaugurações. O governador se lança candidato à presidência da República.

Além de ter anunciado a estação Oscar-Feire, durante a entrega da linha 13 jade, o governador disse que no dia 5 de abril, será a vez da inauguração da estação Moema, da Linha 5-Lilás Metrô. “E fica para o Márcio França entregar as estações AACD Servidor, Santa Cruz, Chácara Klabin e Campo Belo”, disse o governador. “Todas serão entregues ainda este ano”, garantiu Alckmin.

O governador prometeu ainda que na sexta-feira, dia 6 de abril, “sua despedida”, vai entregar quatro estações do Monotrilho da linha 15-Prata: São Lucas, Camilo Haddad, Vila Tolstói e Vila União. “E fica pro Márcio entregar as estações de Jardim Planalto, Sapopemba, Fazenda da Juta e São Mateus”.

Já a estação Morumbi, da linha 4, “ficará para ser entregue pelo Márcio França”, vice-governador que assumirá o cargo com a saída de Alckmin para a disputa das eleições presidenciais.

Alckmin também reafirmou a promessa de extensão da Linha 9-Esmeralda, que vai ser ampliada para seguir de Grajaú a Varginha e ganhará duas novas estações.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2018/03/31/alckmin-inaugura-linha-13-jade/

As outras estações da linha 4 devem ser entregues até 2020.

CRONOLOGIA SEGUNDO TRECHO DA LINHA 4 AMARELA DO METRÔ:

– Novembro de 2012: Assinatura de contrato por R$ 1,8 bilhão com o Consórcio Isulox Corsán-Corviam e o Metrô para construção das estações Higienópolis-Mackenzie, Oscar Freire, São Paulo-Morumbi e Vila Sônia, o terminal de ônibus na Vila Sônia, o pátio para trens também na Vila Sônia um túnel de dois quilômetros para fazer uma ligação para este pátio

– Julho de 2015: Rompimento de contrato entre Metrô e Consórcio Isulox Corsán-Corviam por atraso nas obras. Metrô e Consórcio trocam acusações.

– Novembro de 2015: Metrô abre nova licitação para este trecho.

– 17 de março de 2016: TCE – Tribunal de Contas do Estado de São Paulo suspende licitação para analisar questionamentos de construtora interessada sobre edital.

– 30 de março de 2016: TCE julga improcedentes os questionamentos e autoriza o andamento da licitação.

– 06 de abril de 2016: Metrô recebe propostas.

– 07 de junho de 2016: Metrô declarada como vencedor o Consórcio TC-Linha 4 Amarela, formado pelas empresas TIISA – Infraestrutura e Investimentos S/A e COMSA S/A. A proposta foi de R$ 858.743.546,73

– 12 de agosto de 2016. As obras da segunda etapa da Linha 4 Amarela são retomas pelo consórcio vencedor. Na ocasião, o governo do Estado prometia as estações Higienópolis-Mackenzie e Oscar Freire para o final de 2017.

– 23 de janeiro de 2018: Abertura da estação Higienópolis-Mackenzie.

– 04 de abril de 2018: Inauguração da estação Oscar-Freire.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: