Em primeiro fim de semana de operação, Linha 13-Jade recebe 55 mil usuários

Trens da Linha 13-Jade estão circulando em Operação Assistida.

Início do funcionamento da linha foi marcado por vagões lotados e vendedores ambulantes

JESSICA SILVA PARA O DIÁRIO DO TRANSPORTE

No primeiro fim de semana de operação, a Linha 13-Jade (Engenheiro Goulart-Aeroporto-Guarulhos) recebeu aproximadamente 55 mil passageiros. O número de usuários foi calculado pela CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) de 31 de março a 1º de abril.

Os trens da linha estão circulando em Operação Assistida, ou seja, não é cobrada tarifa para o embarque nas estações Engenheiro Goulart, em São Paulo, ou Aeroporto-Guarulhos. A integração com as outras linhas está sendo tarifada, neste período.

A grande quantidade de visitantes nos primeiros dias causou tumultuo. Os trens estavam lotados e os passageiros tiveram que se espremer nos vagões, em pé, para conhecer a nova linha.

No sábado, 31 de março, uma equipe do Diário do Transporte flagrou a presença de vendedores ambulantes nos vagões, no primeiro dia de operação do sistema.

O embarque nos ônibus que dão acesso aos terminais 1, 2 e 3 para quem sai do trem, também foi feito de forma confusa. Não havia filas organizadas, o que fez com que as pessoas se acumulassem na frente dos veículos.

RELEMBRE: Trem do aeroporto já tem vendedores ambulantes e embarque em ônibus é confuso

Em abril, a Linha 13-Jade funcionará aos sábados e domingos, das 10h às 15h, segundo informações da CPTM. O percurso é feito em aproximadamente 15 minutos, com a possibilidade de fazer baldeação para a Linha 12-Safira, na Estação Engenheiro Goulart.

No segundo mês de funcionamento, a operação ocorrerá no mesmo horário, porém será ampliada para todos os dias na semana, de acordo com a CPTM. Nas duas primeiras etapas de Operação Assistida, não será cobrada tarifa dos usuários.

“A partir do terceiro mês, a operação passará a ser realizada das 4h à meia-noite no Serviço Regular. Também começará a funcionar um novo serviço, o Connect, com trens que sairão da Estação Brás até a Estação Aeroporto-Guarulhos somente nos horários de pico (das 5h às 9h e das 16h às 20h), sem a necessidade de baldeação na Estação Engenheiro Goulart. O percurso terá duração de cerca de 35 minutos, com o trem parando em todas estações para embarque e desembarque, e o valor da tarifa será o mesmo do trem metropolitano, que hoje custa R$ 4.

Depois do quarto mês, a previsão é que entre em operação o serviço CPTM Airport-Express, que levará os usuários direto, sem parada para embarque e desembarque, da Estação Aeroporto-Guarulhos até a Estação da Luz, onde há transferência para as linhas 7-Rubi e 11-Coral da CPTM e para as linhas 1-Azul e 4-Amarela do Metrô, além de outras facilidades de transportes como ônibus e táxi. O percurso será realizado em cerca de 35 minutos e os trens partirão em 4 horários programados nos dois sentidos. O valor da tarifa ainda será definido” – informou a CPTM, em nota.

HISTÓRICO

O Governador Geraldo Alckmin inaugurou na manhã deste sábado, 31 de março de 2018, a Linha 13-Jade (Engenheiro Goulart-Aeroporto-Guarulhos) da CPTM – Companhia Paulista de Trens Metropolitanos. A obra estava prometida para ser concluída antes da Copa do Mundo, em 2014.

O Diário do Transporte acompanhou o evento no local.

RELEMBRE: Com críticas à GRU Airport e promessa de Expresso a R$ 8, Alckmin inaugura linha 13-Jade

INTEGRAÇÕES:

A linha 13 Jade vai permitir integrações físicas e tarifárias com a rede de trens, metrô e ônibus municipais de São Paulo e Guarulhos. Veja os principais pontos de conexões:

– Terminal Rodoviário de Guarulhos e o Terminal da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU). Acesso por meio de passarela à Estação Guarulhos-Cecap.

– Estação Engenheiro Goulart: Linha 12 Safira (Brás/São Paulo – Calmon Viana/Poá), da CPTM. A linha 12 deve ser a maior “porta de entrada” da linha 13.

– Estação Brás (quando começar o serviço Connect). A estação Brás permite acesso a ônibus municipais de São Paulo (SPTrans) e conexões com as linhas 3-Vermelha do Metrô (Itaquera-Barra Funda), 10 Turquesa da CPTM (Brás – Rio Grande da Serra), 11 Coral (Estudantes/Mogi das Cruzes /Luz).

– Estação Luz (quando começar o Expresso Aeroporto): Linhas de ônibus municipais de São Paulo e metropolitanas da EMTU no entorno e linha 1 Azul do Metrô (Tucuruvi – Jabaquara), Linha 4 Amarela do Metrô (Butantã – Luz) e linhas 7 Rubi (Jundiaí- Francisco Morato – Luz) e 11 Coral (Estudantes/Mogi das Cruzes /Luz).

COMPLEMENTO COM ÔNIBUS:

Originalmente, o trem deveria chegar bem perto do Aeroporto, mas por falta de entendimento entre governo do Estado, GRU Airport e estabelecimentos comerciais, os passageiros devem seguir viagem de ônibus gratuitos da estação Aeroporto, que não é tão aeroporto assim.

Para o Terminal 1, os passageiros devem utilizar uma passarela de 450 metros sobre a Avenida Helio Schmidt. Já os passageiros que precisam utilizar os terminais 2 (voos domésticos da Latam, Gol e Avianca, entre outras) e 3 (Air France, American Airlines, Emirates, voos internacionais da Latam, Iberia e Qatar, etc) terão de seguir em ônibus sem cobrança de tarifa fornecidos pela concessionária do Aeroporto, GRU Airport. O Terminal 2 fica a 1,5 km da Estação e o Terminal 3 fica 2,5 km distante.

Os ônibus vão circular entre os três terminais e operarão no mesmo horário dos trens. O trajeto circular deve demorar 10 minutos. Se for necessário, o horário de funcionamento dos ônibus pode ser estendido.

FROTA DE TRENS

A linha 13 inicia sua operação com composições da série 9.500, fabricadas pela Hyundai-Rottem, e fazem parte do lote de 65 trens novos comprados pela CPTM.

A partir de 2019 os trens da Hyundai-Rottem serão substituídos pela frota permanente da Linha-13 com 8 composições que, além de toda a tecnologia dos trens atuais, terá bagageiros para os passageiros transportarem as malas com mais conforto. Esses trens estão sendo fabricados pela Temoinsa_Sifang.

3 comentários em Em primeiro fim de semana de operação, Linha 13-Jade recebe 55 mil usuários

  1. Cassio Rogério Sabino // 3 de Abril de 2018 às 21:05 // Responder

    Boa Noite, sou Cássio Supervisor Operacional da Sambaiba, dando como opção para quem quiser chegar de ônibus as linhas 271P/10 Cangaíba- Estação da Luz e 271A/51 Cangaíba – Metrô Santana fazem final na Rua dos Artífices com Praca Gaje, a 10 metros da entrada da Estação Eng. Goulart, peço que divulguem e nesse fim de semana iremos usar adesivos indicativos avisando os usuários e contamos com a divulgação de voces. Desde já obrigado

  2. www.yahoo.com.br // 4 de Abril de 2018 às 00:46 // Responder

    nossa li nas redes sociais tantas criticas de um jornalista a essa linha e me pareceu que ela não servira pra nada, tamanha as criticas do dito cujo. fala das várias baldeações , lotações e etc.
    Será que ele não sabe o trânsito que tem para chegar ao aeroporto, Marginal, Dutra, Ayrton Sena , Hélio Smith.

    Outra coisa também, a maldita praga de ambulantes dentro dos trens, por isso que já compraram trens com bagageiros, , isso par o ambulantes tomarem conta dos locais e term onde guardar suas mercadorias.

  3. Já o humorista filósofo Millôr Fernandes havia ensinado: “Livre pensar é só pensar”. Convém usar antes, para depois criticar. Rogerio Belda

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: