Obras do BRT de Sorocaba devem começar em agosto, com construção de viaduto

Mapa divulgado pela Prefeitura de Sorocaba

Licitação para construção da passagem será aberta nas próximas semanas, segundo a Prefeitura

JESSICA SILVA PARA O DIÁRIO DO TRANSPORTE*

Com informações do jornal Cruzeiro

As obras para a implantação do BRT (Bus Rapid Transit) em Sorocaba devem começar em agosto, conforme informado pelo secretário municipal de Planejamento e Gestão, Luiz Alberto Fioravante, ao jornal Cruzeiro.

De acordo com o que foi noticiado anteriormente pelo Diário do Transporte, o prazo inicial informado pelo prefeito José Crespo era para que as construções iniciassem em julho deste ano. Após o início da operação, a conclusão deverá ocorrer em 18 meses, ainda segundo a Prefeitura, portanto, em fevereiro de 2020.

RELEMBRE: Prefeito de Sorocaba assina contrato e obras de BRT devem começar até julho

Para que o sistema possa ser implantado, será necessário construir um viaduto que ligue a Avenida Ipanema com a Rua José Joaquim Lacerda, no bairro Sônia Maria. Segundo Fioravante, a licitação será aberta nas próximas semanas e a obra será financiada pelo CAF (Banco de Desenvolvimento da América Latina).

A construção do viaduto havia sido citada em 2014 e seria parte do programa Mobilidade Total. Em 2015, a licitação foi suspensa, para reduzir o valor dos contratos. Na época, a obra custaria R$ 13,2 milhões aos cofres públicos.

Questionado pelo jornal Cruzeiro sobre o custo atual da obra, o secretário disse que ainda não fez os cálculos. Fioravante também disse que o viaduto é relevante para o corredor norte-sul do BRT porque a área apresenta lentidão no tráfego, o que afetaria a circulação dos ônibus.

O secretário afirmou que o Ministério das Cidades liberou R$ 134 milhões para infraestrutura de implantação do BRT e R$ 6 milhões serão a contrapartida da Prefeitura de Sorocaba. “Esse valor que é da nossa responsabilidade fica reservado para mudanças em redes de água, esgoto e outras interferências necessárias” – disse.

O prazo de concessão é de 20 anos e o valor do contrato por todo esse período é de R$ 2,4 bilhões, segundo informações da Prefeitura.

O corredor norte-sul será o primeiro a funcionar nas obras do BRT. Para isso, as ciclovias da Avenida Itavuvu serão modificadas pelo Consórcio BRT, que investirá R$ 65 milhões. Ainda segundo o secretário, o traçado exclusivo para bicicletas será mantido no canteiro central e dividirá espaço com as estações de ônibus.

O SISTEMA

Quando concluído, o BRT operará em três corredores: avenidas Itavuvu, Ipanema e Armando Pannunzio. Ao todo, serão 19 linhas. Nos corredores principais serão as seguintes: 401 – Itavuvu/Terminal Santo Antonio (TSA); 402 – Itavuvu/Campolim; 403 – Ipanema/TSA; Ipanema/Campolim; Armando Pannunzio/TSA e Armando Pannunzio/avenida São Paulo.

O sistema terá 16,7 km de faixas bidirecionais exclusivas para o BRT, com 28 estações e quatro para integração. Os três terminais serão instalados nas avenidas Antonio Silva Saladino, Ipanema e Armando Pannunzio.

“A frota será totalmente substituída por veículos novos e mais confortáveis, com ar condicionado e Wi-Fi. Serão 125 ônibus novos: 41 articulados com capacidade para 141 passageiros; 11 padrons especiais, com capacidade para 96 passageiros e 73 padrons, com capacidade para 82 passageiros. Os ônibus terão portas em ambos os lados, as da esquerda do veículo terão a mesma altura das plataformas, sem a necessidade dos passageiros descerem ou subirem escadas” –  informou a Prefeitura, em nota.

As avenidas São Paulo, Barão de Tatuí e Antônio Carlos Comitre não terão estações de BRT e terminais exclusivos, mas receberão faixas exclusivas, segundo informações do jornal Cruzeiro.

A Consor, que opera 49 linhas na cidade, terá 6 linhas BRT, que serão: 58 – Vitória Régia; 45 – Paineiras; 42 – Laranjeiras; 62 – São Bento; 62/1 – São Bento 2; 70 – Novo Horizonte. Já a STU, responsável por 58 linhas já existentes, fará 7 linhas do BRT, que serão: 11- Manchester; 15 – Jardim São Paulo; 17 – Central Parque; 60 – Ouro Fino; 63 – Esmeralda; 73 – Júlio de Mesquita; 77 Santa Bárbara. As informações são de Luiz Carlos Franchin, presidente da Urbes.

As estações para a espera serão tubulares, com ar-condicionado e Wi-Fi e o pagamento da tarifa será pago pelo passageiro no ato de entrar na estação, segundo a Prefeitura.

As obras iniciarão pelo Corredor BRT Itavuvu, que vai sair do bairro Vitória Régia até o Terminal Santo Antonio, conforme informações da administração municipal. “Serão 5,5 quilômetros de corredor, um terminal no bairro Vitória Régia, dez estações BRT e duas estações de integração. O corredor estrutural H. Matarazzo terá 1,9 km e cinco abrigos. O corredor estrutural Comendador Oeterer terá 1,7 km e seis abrigos”.

“O corredor estrutural centro vai ligar o Terminal São Paulo ao Terminal Santo Antonio, com 17 abrigos. O corredor estrutural sul terá 4 km e 28 abrigos. No corredor estrutural leste serão 5,9 km e 28 abrigos. O corredor BRT Ipanema terá 6,2 km, um terminal BRT, nove estações BRT e uma estação de integração. O corredor estrutural General Osório terá 2,2 km e 13 abrigos e o corredor BRT Oeste terá cinco quilômetros de extensão, um terminal BRT, nove estações BRT e uma estação de integração”.

2 comentários em Obras do BRT de Sorocaba devem começar em agosto, com construção de viaduto

  1. Boa noite, meu nome e Vanderlei, sou morador e proprietário na zona norte e gostaria de saber se sera mexida nas calçadas da avenida Itavuvu para a implantação da linha do BRT trazendo assim algum prejuízo ou transtorno para os comerciantes desse corredor comercial que necessitam dessas calçadas para estacionamento de seus clientes, caso sim, gostaria que me enviassem por gentileza pelo e-mail arruda.vande@gmail.com copia do projeto do traçado dessa linha entre a loja Havan e o Shopping Cidade nos dois sentidos, ou do projeto de toda a avenida mencionada se for possível, obrigado.

  2. Boa noite, eu gostaria de saber também sobre possíveis desapropriações na avenida Itavuvu para a implantação do BRT e sobre a ponte a ser construída sobre essa avenida interligando a avenida Ulisses Guimarães com a Fru-Fru do jardim São Guilherme, obrigado.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: