Gratuidade para idosos no sistema intermunicipal do Rio causa confusão

Lei que garante gratuidade para idosos com 60 anos ou mais no transporte público do Rio foi promulgada em 19 de março. Foto: EBC

Leitores do Diário do Transporte relatam que estão tendo benefícios negados. Governo se limita a dizer que aguarda esclarecimento jurídico

JESSICA SILVA PARA O DIÁRIO DO TRANSPORTE

Os passageiros do sistema intermunicipal metropolitano de transportes do Rio de Janeiro que têm de 60 a 64 anos estão com dificuldades para conseguir gratuidade em ônibus, trens e metrô do estado.

No dia 19 de março, a Alerj (Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro) promulgou a Lei 7.916/18, que garante gratuidade para idosos com 60 anos ou mais no transporte público do Rio.

RELEMBRE: Idosos têm gratuidade a partir de 60 anos em transportes do Rio de Janeiro

Apesar da lei, o Diário do Transporte recebeu uma série de mensagens de idosos que não estão conseguindo o benefício.

É o caso da passageira Rute Silva de Araújo, 62 anos, que contou ter passado por humilhação ao tentar obter o direito à gratuidade. “Fui ao órgão responsável pelo RioCard. Então falaram que era somente apresentar a RG. Peguei a informação e me dirigi ao transporte, onde fui humilhada e constrangida”.

“Viajei no ônibus da empresa Vera Cruz. Do município de Mesquita para Belford Roxo. O valor da passagem é de R$ 4,00. Não paguei, mas perdi um bom tempo com o fiscal me apresentando uma lei” – contou Rute, em entrevista ao Diário do Transporte.

“No domingo, quando fui ao culto, o motorista da empresa Flores anotou o número do meu RG e me falou que a empresa irá me processar. Está complicado” – desabafou.

O passageiro Renan Mattos postou nos comentários da reportagem publicada pelo Diário do Transporte que foi informado de que o benefício não existe. “Liguei hoje (22/03/18) para conseguir o cartão RioCard e uma gravação diz que só há gratuidade em transporte público a quem tem de 65 anos em diante” – comentou.

No dia seguinte, Marco Antonio dos Santos Moço, 60 anos, também tentou utilizar-se do benefício. “Fui pegar o trem em Campo Grande e me negaram a gratuidade. Eles falam que 60 anos é só para prioridade. Ainda tratam mal com agressividade” – comentou na reportagem.

Em resposta ao Diário do Transporte, a Secretaria de Estado de Transportes informou que a assessoria jurídica analisa a lei promulgada, já que, segundo a Pasta, revoga uma lei que não existia mais.

Veja a resposta na íntegra:

A Secretaria de Estado de Transportes informa que submeteu à assessoria jurídica o pedido de esclarecimento, encaminhado pelo Detro (Departamento de Transportes Rodoviários do Estado do Rio de Janeiro), tendo em vista que a lei publicada no último dia 19 altera uma lei já revogada.

O Diário do Transporte questionou a pasta sobre prazos para esclarecimento da legislação e vigência atual da gratuidade, mas não obteve resposta até a publicação desta reportagem. O Detro também foi procurado e não se manifestou.

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Eunezio de Souza Monte Raso disse:

    Coitados daqueles que precisão de transporte publico , pois eses cidadões e que elege os poloticos a clasee media alta não elege ninguém .

    Nao precisão de policos nem de seus favores ou seja não come na mão do estado .

  2. WILLIAM HOWARD HOSSELL disse:

    Vocês já ouviram a expressão “casa da mãe Joana”? O Rio de Janeiro, tanto o Estado quanto o Município são conduzidos por gestores (?) completamente despreparados para seus cargos e, o que esperar dos seus secretariados? A população está entregue à própria sorte em termos de segurança apesar da intervenção (?), o mesmo acontece na Saúde que foi saqueada pelo secretário Sérgio Cortez (solto recentemente pelo G. Mendes); a Educação também destruída e saqueada; os empresários de ônibus presos e em seguida soltos pelo mesmo G. Mendes; vivemos numa guerra do tráfico permanente e, quem vai respeitar os idosos se não respeitam as crianças, a população mais pobre, nem os trabalhadores?

  3. Solange Torquato Alegria disse:

    Verdade estão negando mesmo o benefício , a minha irmã e a sogra da minha filha foram hoje(27/03/18) e negaram o benefício elas.

  4. Por quê saiu a noticia no jornal,e quando vamos buscar nossos direitos, a resposta é, nao tem direito, tem alguea bricando com os idosos, isso é desrespeitar a classe. Boa noite e obrigado

  5. Felix Betta disse:

    Gostaria de saber dos senhores deputados que derrubaram o veto do Sr governador. Se há seriedade ou se é apenas politicagem para enganar o povo mais uma vez?

  6. Elmo de souza Teixeira disse:

    Tenho 60 anos. Se eu for no posto de atendimento do riocad e for negado o benefício !
    Vou a delegacia de Polícia ou ao ministério público ?
    Ou a outro órgão público..
    Quem vai resolver ?

  7. Regina fernandes disse:

    Terá para os idosos direitos que não existem se 60 anos já é considerado idosos porque para graduidade nos ônibus não é isto é brincar com os idosos rala sr pezao tu não está fazendo nada para os idosos e este político que entrou com este pedido tb ele tá querendo é nosso voto

  8. Aracy disse:

    Sentimento: tristeza

  9. Henrique disse:

    ISSO TUDO É UMA FAROSA PEÃO E ESSESE POLITICOS DA ALERJ ESTÃO FAZENDO ENCENAÇÃO. TUDO FAZ PARTE DE UM TEATRO PARA AS PRÓXIMAS ELEIÇÕES.

  10. Wilma eu acho que como sempre estamos feito de palhaços passamos por constrangimento quando cobramos o direito que nos foi dado só qui não Brasil país dos corruptos da falta de respeito com a terceira idade da falta lei e ordem me sentindo indignada 😡

  11. Gloria disse:

    Boa tarde. Tenho 60 anos. Não quero passar constrangimentos. Por favor me digam se já está liberado o riocardsenior
    Para 60 anos?

  12. Sebastião Figueredo Alves disse:

    Tenho 65 anos e já possuo o cartão Sênior da Fetranspor. Porem ao tentar usa-lo na Empresa Mauá Campo Grand x Alcântara fui informado que este cartão serve para a viagem intermunicipal. Gostaria de saber se é verdade? Ti que pagar R$ 14.00 pela passagem.
    .

  13. anamariadesagama7 disse:

    Tudo mentira passe de idoso so passei constragimento em todo os lugares que vou a te na alerj fui tratada com ironia

  14. Robinson Bizzi disse:

    Rio de Janeiro é uma grande bagunça, empresários bandidos e governantes corruptos e incompetentes. Na cidade de São Paulo a gratuidade é para maiores de sessenta anos, é só fazer o cartão na SPTrans, você pede até pelos Correios e em vinte dias chega na sua residência. Como o sistema é totalmente integrado, o cartão é para ônibus, trem e metrô.
    O estado do Rio de Janeiro é uma vergonha!

  15. DWIGHT LOPES disse:

    Fui fazer o cadastro hoje e não pude fazer porque só tenho 62 anos não posso fazer com essa idade só com 65 é certo isso

  16. rene disse:

    Sei q nosso rj ta sucateado por maus adiministradores mas acredito q isso
    Vai mudar ! Tenho 60 anos e quero meus
    Direitos . Vou brigar por isso …

  17. Alberto disse:

    Fruto de uma assembleia corrompida e sem prestígio. E assim vai continuar.pois os deputados presos não tiveram seus benefícios questionados pela justiça. Ou tiveram?.

  18. Eliana Aparecida Alto da Silva disse:

    Preciso desse passe tenho60 anos sou aposentada por invalidez. E acho que tenho direito

  19. Emir Oliveira disse:

    É uma vergonha as coisas que acontece neste estado, cada governo que entra só visam seus interesses e deixam os velhinhos sempre na mão. parece até que eles não vão nunca envelhecerem, são tolos fazem sempre o mal com a população, mais o final deles é sempre na cadeia. a justiça há de ser feita.

Deixe uma resposta