Corredor de ônibus de Maringá começa a funcionar na segunda-feira (5)

Ônibus fabricados pela Marcopolo chegaram a Maringá no início de 2018, e vão circular no corredor

Município paranaense terá via exclusiva para coletivos na Avenida Morangueira

JESSICA SILVA PARA O DIÁRIO DO TRANSPORTE

O corredor exclusivo para ônibus da Avenida Morangueira, em Maringá, vai começar a funcionar a partir da madrugada de segunda-feira, 5 de março. A informação é da Semob (Secretaria de Mobilidade Urbana do município paranaense).

De acordo com o secretário de Mobilidade Urbana de Maringá, Gilberto Purpur, o corredor ainda precisa da instalação de bancos de concreto, piso e limpeza da praça. Ainda assim, o secretário garantiu que tudo ficará pronto no domingo, um dia antes da estreia da via exclusiva.

A projeção da Semob é reduzir em 20% o tempo de viagem dos ônibus e otimizar o trânsito de veículos que dividem as vias com os coletivos. Os cálculos foram feitos com base em outras cidades brasileiras, considerando também o tempo em que os itinerários passam pelos bairros, locais sem via exclusiva.

O trecho em que os coletivos ganham velocidade é a partir da Praça Ouro Preto até a Avenida Colombo. O corredor exclusivo de ônibus está previsto para ser estendido da Avenida Colombo até o terminal urbano da cidade.

Os coletivos que circularem pela Avenida Morangueira deverão transitar obrigatoriamente pelo corredor exclusivo, que fica do lado esquerdo da via. O trajeto será feito tanto pelos ônibus convencionais quanto pelos BRTs.

Automóveis particulares não poderão circular nos corredores de ônibus. Nos primeiros dias, a Semob vai orientar os motoristas. Os condutores que descumprirem as regras serão multados. De acordo com o CTB (Código de Trânsito Brasileiro) a multa aplicada é gravíssima, no valor de R$ 293,47, mais sete pontos na carteira e apreensão do veículo.

O projeto

As obras do corredor de ônibus das avenidas Morangueira e Kakogawa foram iniciadas em 2016. O valor total das intervenções foi de mais de R$ 15 milhões. Para a construção das três estações das praças Ouro Preto, Emílio Farjado Espejo e Megumu Tanaka, a Prefeitura desembolsou R$ 7,1 milhões, em ambos os casos, por meio de financiamento pela Caixa Econômica Federal, com contrapartidas do município.

Corredor de ônibus da Avenida Kakogawa segue sem prazo de liberação

O corredor exclusivo para ônibus da Avenida Kakogawa segue sem prazo para ser liberado para tráfego dos coletivos. De acordo com informações da Secretaria de Obras Públicas, a empresa que venceu a licitação prorrogou o prazo e tem mais uma semana para entregar as três paradas da via.

Caso a empresa não cumpra o prazo estipulado, deverá pagar uma multa à Prefeitura. Após a entrega das paradas, a Semob começará a instalar os pontos de ônibus do corredor exclusivo, para que também possa ser liberado para circulação dos coletivos.

Novos ônibus apelidados de ‘mega BRTs’ (Bus Rapid Transit), fabricados pela Marcopolo chegaram a Maringá no início do ano. Os ônibus vão circular pelo corredor das avenidas Morangueira e Kakogawa. O Diário do Transporte publicou detalhes sobre os veículos.

Confira a reportagem:

https://diariodotransporte.com.br/2018/01/25/novos-onibus-brt-fabricados-pela-marcopolo-chegam-a-maringa-e-reajuste-da-tarifa-pode-ser-liberado-em-breve/

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta