Prefeitura de São Paulo busca R$ 450 milhões para corredores de ônibus e anuncia verbas para asfaltamento

Ônibus biarticulado em São Paulo. Veículos têm melhor desempenho em corredores

Serão R$ 200 milhões para o programa Asfalto Novo. Prefeitura negocia financiamento junto ao BNDES – Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social.

ADAMO BAZANI

O prefeito de São Paulo confirmou nesta quinta-feira, 08 de fevereiro de 2018, que negocia junto ao BNDES – Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, um financiamento de R$ 450 milhões para revitalizar sete eixos de corredores de ônibus, faixas e áreas para pedestres.

Entre as sete intervenções estão uma das mais antigas promessas de João Doria, logo no início de mandato: o Rapidão, um projeto piloto de modelo de corredor BRT (Bus Rapid Transit), de 3,4 km entre os terminais Capelinha e João Dias, na zona Sul da cidade, aproveitando atual estrutura, mas futuramente, havendo as adequações.

Entre as características de BRT que a ligação terá, estão estações em vez de paradas, cobrança desembarcada e informações eletrônicas nestes ambientes.

Em janeiro do ano passado, Doria chegou a anunciar quem em três meses, ou seja, abril de 2017, os ônibus já estariam circulando, o que não ocorreu.

Entre os terminais Capelinha e João Dias atualmente, no horário de pico da tarde, a velocidade média é de 19 km/h, abaixo, portanto, da meta de 25 Km /h proposta ainda na gestão do ex-prefeito Fernando Fernando Haddad.

Doria também promete um aplicativo para o sistema BRT Rapidão, que seria concedido à iniciativa privada. Este aplicativo de celular informaria aos passageiros as linhas, horários e previsão de quando os veículos passariam nos pontos.

Doria diz que pretende reduzir em até 20 minutos o tempo de deslocamento para este sistema no trecho.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2017/01/28/doria-deve-comecar-a-testar-onibus-rapidao-na-zona-sul-nos-proximos-tres-meses/

Os outros seis eixos que estão contemplados na negociação são: Radial Leste (do Centro até a Avenida Aricanduva – 7,9 km); Avenida Imirim (da Avenida Deputado Emídio Carlos até a Alameda Afonso Schmidt – 4,6 km); Av. Interlagos (da Ave Washington Luiz até a Avenida Atlântica – 9 km); Corredor João Dias (novo piso rígido desde o Terminal João Dias até a Avenida Santo Amaro; e desde a Avenida Santo Amaro até o cruzamento com a Ave dos Bandeirantes – 7 km); Estrada do M’Boi Mirim (entre Rua Ribeiralta e Rua Humberto Marçal, no Jardim. Ângela – 5 km) e Avenida Amador Bueno da Veiga (5 km).

ASFALTO NOVO:

O prefeito João Doria também anunciou que investimentos de R$ 200 milhões para recapear 147 quilômetros de vias, no Programa Asfalto Novo.

Ao todo são vias e a primeira etapa das obras vai de 1º de março a em 30 de junho.

A Marginal Tietê contará com recapeamento nos 23 quilômetros. A avenida Professor Luiz Ignácio de Anhaia Mello é outra via de grade movimento que será recapeada.

A Avenida do Estado receberá no trecho da Capital, 12,7 quilômetros. A primeira etapa contempla 9,7 quilômetros entre a Marginal do Tietê e o viaduto Grande São Paulo.

Os recursos desta fase do programa terão as seguintes fontes: R$ 45 milhões do Tesouro Municipal, R$ 100 milhões do fundo de multas, R$ 25 milhões da SPTrans (São Paulo Transporte) e R$ 30 milhões financiados pelo banco Santander.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

2 comentários em Prefeitura de São Paulo busca R$ 450 milhões para corredores de ônibus e anuncia verbas para asfaltamento

  1. Amigos, boa noite.

    Eu já contribui com R$ 20,00 que tinha creditado no meu BU que foi levado no assalto que sofri em 22.02.17.

    Lembrando que até agora o Sr. prefeito sequer respondeu a carta endereçada a ele.

    No mínimo apropriação indébita, abuso de poder, desrespeito ao contribuinte e lei ditadora que obriga o cidadão a pagar R$ 26,60 (agora deve estar em R$ 28,00)para rever um crédito de R$ 20,00 QUE É MEU POR DIREITO.

    Um absuuuuuuuuuuuuuuuuuso.

    Att.

    Paulo Gil

  2. Só quero ver o que isso vai dar.

1 Trackback / Pingback

  1. SPTrans confirma: recapeamento de faixas e corredores vai receber mais R$ 25 milhões em 2018 – Diário do Transporte

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: