BNDES aumenta para 100% limite de financiamento para compra de ônibus e caminhões pelo Finame

onibus Financiamentos de ônibus e caminhões devem se tornar mais vantajosos com novas regras do Finame. Foto: Adamo Bazani

A participação do banco se limitava a 80% do total do financiado pela linha Finame. Linha se destina para Micro, Pequenas e Médias empresas, como estímulo para renovação da frota

ALEXANDRE PELEGI

Como medida para incentivar o setor transportador a investir na renovação e ampliação da frota, o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) anunciou que passará a financiar até 100% do valor de ônibus e caminhões pela Finame.

A linha é destinada para as Micro, Pequenas e Médias empresas (MPMEs). A  participação do banco, até hoje, se limitava a financiar 80% do total da compra.

Com prazo para pagamento de até dez anos, o financiamento terá carência de até dois anos. O acesso à linha do Finame deverá ser feito pela empresa interessa diretamente com a instituição financeira credenciada pelo BNDES.

Além de ampliar o limite do financiamento, o Banco anunciou outra medida de apoio às MPMEs: prorrogou o BNDES Giro até 31 de dezembro de 2018.

Esta linha visa suprir a necessidade de capital de giro das empresas, tem dotação orçamentária de R$ 32 bilhões, sendo R$ 27 bilhões para operações indiretas e R$ 5 bilhões para operações diretas. As MPMES são os principais tomadores do BNDES Giro.

Ainda segundo o BNDES, houve alteração na classificação de porte das empresas, com a definição de novo limite máximo de faturamento:

= pequenas empresas: subiu de R$ 3,6 milhões para R$ 4,8 milhões;

= empresas médias: entre R$ 4,8 milhões e R$ 90 milhões.

As alterações foram adotadas em adequação à Lei Geral da Micro e Pequena Empresa.

BNDES DIVULGA SUBSTITUIÇÃO DA TJLP PELA TLP:

O Banco estatal divulgou a substituição da TJLP (Taxa de Juros de Longo Prazo) pela TLP (Taxa de Longo Prazo). A TLP será usado como referencial dos financiamentos para contratos firmados a partir de 1º de janeiro deste ano.

A cada mês o BNDES anunciará a TLP vigente pelo Banco Central.

A TLP é definida com base na rentabilidade da NTN-B de cinco anos – um título público cuja rentabilidade é composta com base em juros pré-fixados e no IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo).

A TJLP, adotada até o fim de 2017, era estabelecida pelo governo federal a cada três meses, tendo como base a meta de inflação para o ano.

A troca da TJLP pela TLP implica, na prática, que a taxa de juros dos financiamentos do BNDES passará a seguir em 2018 os padrões do mercado, sem sofrer impactos de decisões políticas.

Inicialmente a TLP terá os mesmos patamares que a TJLP, índice que será gradualmente modificado. O Banco estima que a TLP deverá se igualar aos juros de mercado dentro de cinco anos.

Informações sobre as normas reguladoras do Produto BNDES Finame podem ser obtidas na Circular nº 05/2017, de 8 de fevereiro de 2017:

https://www.bndes.gov.br/wps/wcm/connect/site/431de645-24d9-44f6-913a-3b03f62634e9/00+-+17Cir05+BNDES+Finame.pdf?MOD=AJPERES&CVID=m2YexS

e a Circular nº 43/2017, de 29 de dezembro de 2017:

https://www.bndes.gov.br/wps/wcm/connect/site/a533d321-adc5-4fb9-9ec4-a76bf9effa1a/17Cir43-produto-bndes.pdf?MOD=AJPERES&CVID=m2zEA.m

Todas as regras podem ser obtidas no link do BNDES:

https://www.bndes.gov.br/wps/portal/site/home/financiamento/produto/bndes-finame-bk-aquisicao-comercializacao

A Confederação Nacional do Transporte (CNT) oferece um ‘Simulador de Financiamento’ no site da entidade. A ferramenta, segundo a CNT, apresenta resultados com base em parâmetros de mercado, tais como taxas de juros, prazos, carência e valores financiáveis.

O simulador auxilia transportadores a identificarem as opções de financiamento que podem ser mais vantajosas.

O ‘Simulador de Financiamento CNT’ pode ser acessado pelo link:

http://www.cnt.org.br/Paginas/simulador-de-financiamento-cnt

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

2 comentários em BNDES aumenta para 100% limite de financiamento para compra de ônibus e caminhões pelo Finame

  1. Altemir juventino de souza // 20 de Janeiro de 2018 às 18:43 // Responder

    Qual taxa de juros por ano

  2. Altemir juventino de souza // 20 de Janeiro de 2018 às 18:43 // Responder

    Ok

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: