Linhas troncais do Move de BH circulam sem cobradores

Redução no número de passageiros em mês de férias escolares é a justificativa usada por sindicato das empresas, que se apoia em norma municipal. Ônibus estão circulando sem cobrador em dias úteis, das 8 às 16 horas, desde 8 de janeiro

ALEXANDRE PELEGI

Uma norma municipal sobre a atuação dos cobradores, e a redução de passageiros devido às férias, serviram com justificativa para as empresas do transporte coletivo de BH retirarem cobradores de algumas linhas do Move de segunda a sexta-feira, no período das 8h às 16h.

A decisão, vigente desde a segunda-feira da semana passada (dia 8), deixou os trabalhadores preocupados.

A decisão partiu do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belo Horizonte (SetraBH), que decidiu retirar os cobradores das linhas troncais do Move que ligam os bairros ao Centro da capital mineira.

A norma municipal que serviu de amparo à decisão do SetraBH é a de nº 10.526/2012, que em um de seus artigos diz ser possível a circulação das linhas sem a presença do funcionário em qualquer horário, além do período noturno, domingos e feriados.

O SetraBH garante que esta situação ocorre com frequência, o que não é corroborado por representantes dos trabalhadores.

Para o Sindicato dos Rodoviários de BH, a retirada dos trabalhadores durante o dia não é admitida. E decidiu enviar ofício ao Ministério Público do Trabalho (MPT), à BHTrans e ao próprio SetraBH.

O SetraBH e a BHTrans informaram, por meio de nota, que a decisão tem amparo legal.

O sindicato das empresas afirmou que são linhas troncais do sistema BRT Move e, nesta condição, “estão autorizadas por lei municipal a operar sem agente de bordo. As referidas linhas também registram alto percentual de usuários proprietários de cartão BHBus”.

O SetraBH garante ainda que não há previsão de demissões e que os cobradores reassumirão seus postos em fevereiro, após o período de férias, quando cresce o número de passageiros.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

1 Trackback / Pingback

  1. Apoiadas em lei de 2012, empresas retiram cobradores de 36 linhas de ônibus em Belo Horizonte – Diário do Transporte

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: