ENTREVISTA: Em nova fase, SBCTrans investe em humanização e tecnologia para qualificar transportes de São Bernardo do Campo

Ônibus da SBCTrans ao lado da igreja do Largo de São João Batista, no Rudge Ramos.

Aplicativo de celulares, programas de estímulos aos funcionários e ouvidora são algumas das ações que já reduziram faltas de motoristas, acidentes e reclamações

ADAMO BAZANI

Operando na maior cidade do ABC Paulista, a SBCTrans – São Bernardo Transportes, está com nova filosofia de gestão e passou a investir na melhoria do atendimento aos passageiros das linhas municipais, muitas das quais que recebiam críticas constantes por parte da população.

Pelo menos foi o que garantiu ao Diário do Transporte a diretora da companhia de ônibus, Milena Braga Romano.

 “Queremos nos tornar referência de transportes públicos no Brasil através da excelência no atendimento” – disse.

A reportagem esteve na garagem da companhia, na Estrada do Montanhão, e conversou com a empresária, além de conhecer os programas internos e a estrutura nova que está sendo implantada na sede da SBCTrans

A executiva garantiu que a empresa investe em diversas frentes: tecnologia, frota, gestão, meio ambiente e, acima de tudo, na humanização.

Um dos exemplos de tecnologia é o aplicativo para celulares PartiuSBC, que informa aos passageiros em tempo real, as linhas, horários e previsão de quando os ônibus vão passar em cada parada da cidade.

É possível também saber o posicionamento dos veículos e programar as linhas favoritas, que são mais usadas pelo passageiro.

Um diferencial é a atualização constante com base nos dados gerados pelo GPS presente em toda frota da empresa. As atualizações ocorrem a cada 15 segundos.

“O PartiuSBC tem credibilidade junto aos passageiros devido ao seu nível de assertividade.  A pessoa que estiver no ponto e ver no celular que o ônibus vai passar num determinado horário, pode confiar que vai passar mesmo” – disse ao Diário do Transporte o presidente da empresa, Jose Romano Neto.

Em pouco mais de um mês, o aplicativo já foi baixado por quase 74 mil pessoas, um média de 1,3 mil novos usuários da plataforma tecnológica por dia.

A empresa também colocou neste ano em operação 55 ônibus mídis no lugar dos antigos micro-ônibus.  Com a substituição, foram criados 660 assentos no sistema, já que os mídis têm mais capacidade que os modelos anteriores.

Até o fim do ano, devem chegar mais 20 ônibus, que também vão contribuir para a redução da idade da frota do transporte coletivo na cidade, totalizando 75 novos ônibus para São Bernardo do Campo.

A revitalização de terminais de ônibus, como o Tereza Suster, no Riacho Grande, e dos abrigos e pontos espalhados pela cidade também faz parte dos investimentos.

HUMANIZAÇÃO JUNTO AO FUNCIONÁRIO:

 

Vista do “Espaço Café”, uma área de convivência, para início da “Calçada da Fama”, um dos locais de maior circulação de pessoas dentro da garagem onde são expostas as fotos de funcionários que mais se destacaram em cada mês.

Segundo Milena, pelas ações de humanização do relacionamento com a comunidade e com os funcionários foi possível perceber os maiores resultados para a melhoria da prestação de serviços.

O primeiro passou foi ouvir os trabalhadores.

Pessoalmente, Milena já conversou com mais de 800 funcionários, a maior parte da operação em reuniões chamadas Café com a Diretoria.

Foi criada uma ouvidoria interna para receber as diferentes demandas dos colaboradores.

Em apenas um mês, foram mais de 570 contatos, acolhendo sugestões, mediando conflitos e procurando contornar problemas de relacionamento.

Além disso, a empresa instituiu a figura do motorista monitor.

Em cada ponto final, há um profissional por turno que atua como porta-voz dos demais motoristas.

Uma vez por semana, os motoristas monitores se reúnem com a diretoria e os coordenadores de diversos departamentos da empresa, como RH, financeiro, manutenção predial e manutenção dos veículos. O objetivo é permitir com que os monitores tragam à direção da empresa, de forma constante, as necessidades dos demais motoristas.

Outra forma de estimular os funcionários foi a criação de uma campanha de elogios.

“É muito comum as empresas se apegarem às falhas do colaborador, mas poucas têm o hábito de elogiar e reconhecer as boas ações” – pontua Milena.

Os elogios são recebidos pela ouvidoria, e-mail, órgão gestor, por telefone e até mesmo pelos colegas de trabalho que comunicam à empresa.

Depois da apuração de cada referência positiva, o nome e a foto do funcionário vão para a “calçada da fama”, onde são colocadas as estrelas do mês, em referência ao trabalhador que se destacou.

A cada semestre é a realizado o evento “Conquista Premiada” e anualmente, são eleitas as “Estrelas do Ano”. São distribuídos prêmios para os escolhidos com base nos elogios e na ficha de desempenho dos trabalhadores de todas as áreas da empresa, como manutenção, fiscalização e operação.

Há também uma homenagem aos aniversariantes de cada mês.

Outra ação foi deixar a garagem um espaço mais humanizado, onde o funcionário possa se sentir bem.

Nomes de alguns funcionários que se destacaram e foram reconhecidos pela empresa

Há duas áreas de convivência, o “Espaço Café” para motoristas e demais funcionários relaxarem, darem uma pausa e conversarem, interagirem melhor.

Várias áreas da garagem estão sendo reformadas para ampliação e melhoria dos espaços disponíveis para os colaboradores.

Uma delas foi a capela ecumênica, cujo espaço passou por revitalização.

Independentemente da religião, o local é reservado para orações, meditações, reflexões e celebrações. O local foi chamado “Espaço da Fé”.

A interação com a família do funcionário também tem tido bons resultados.

Periodicamente é realizado o “Dia da Família”, onde pais, filhos, mulheres e maridos realizam atividades recreativas e educacionais dentro da garagem.

“Os filhos sempre têm curiosidade de saber como é o emprego dos pais, onde eles trabalham. Essa aproximação da família é importante para a empresa fazer cada vez mais parte da vida do colaborador” – disse Milena

A SBCTrans também implantou um Programa de Qualidade de Vida, pelo qual são oferecidas atividades relacionadas a esportes, ginástica laboral, semana da saúde, com orientações de profissionais, e massagens.

FOCO NO PASSAGEIRO:

Ônibus articulado com portas à esquerda para corredores. Até o final do ano, serão 15 articulados zero quilômetro, promete a empresa

De acordo com Milena, o passageiro na verdade é o cliente do transporte coletivo, já que diariamente faz uso de um serviço oferecido pela empresa.

Assim, todos os investimentos devem ser para satisfazer e manter o cliente.

“Todas as ações desenvolvidas para os funcionários são para melhorar a qualidade de vida de cada um e o atendimento à população. Quando o trabalhador se sente motivado e amparado, isso reflete em bons serviços para a comunidade” – explica Milena.

Para isso, a SBCTrans, segundo a empresária, passou a desenvolver programas de qualidade com foco na excelência no atendimento.

Uma destas ações é o “Atendimento 5 Estrelas”, pelo qual os motoristas e demais funcionários são capacitados sobre a melhor forma de se relacionar com os passageiros e de atuarem na operação, como orientações sobre as atitudes mais corretas na hora do embarque, do desembarque, quando forem solicitados para darem informações e como se comportar diante dos diferentes perfis de passageiros.

O Programa Avaria Zero, de acordo com a empresa, visa estimular boas práticas de dirigibilidade para oferecer transportes mais seguros e confortáveis, reduzir custos de manutenção e aumentar a disponibilidade dos ônibus para a população. Veículo parado na oficina para conserto, por mais que haja frota reserva, nunca é bom para os passageiros.

A SBCTrans também elaborou o Manual do Motorista, numa linguagem simples, com o resumo da nova filosofia da empresa e as principais práticas para o bom atendimento.

A ouvidoria que antes era somente interna, agora também atende os passageiros. Muito mais que ser um SAC, o objetivo é tornar o serviço uma central de relacionamento. Todas as questões apresentadas pelos passageiros são encaminhadas às devidas áreas responsáveis e respondidas.

O relacionamento com a comunidade também tem se intensificado por meio de campanhas externas em datas especiais, como Dia das Mães, Dia dos Pais, Dia da Mulher, Dia da Criança, Páscoa, Natal, quando são distribuídos brindes à comunidade ou realizadas ações especiais.

Na era das redes sociais, páginas e perfis oficiais da empresa também são usados para aproximar os passageiros. Promoções e visitas às garagens são maneiras de trazer a população para mais perto da SBCTrans, explica a gestora.

MEIO AMBIENTE:

Horta na garagem. Uma maneira de estimular a aproximação com a natureza e hábitos alimentares saudáveis

Uma empresa deve se relacionar bem com o funcionário, com seu cliente e com o meio ambiente, afinal, é dele que se extraem os recursos indispensáveis para a vida.

A SBCTrans tem um sistema de reuso de água e tratamento de efluentes.

A estação de tratamento consegue poupar da rede pública de distribuição e, consequentemente da natureza, em torno de 60 mil litros de água por dia.

“Fazemos todo o tratamento químico da água, com monitoramento informatizado. Hoje, em torno de 70% da água consumida na garagem é de reuso. Nossa meta é aumentar ainda mais” – explica o supervisor de meio ambiente, José Edson Alves da Silva.

O tratamento da água, principalmente a utilizada na lavação dos ônibus, é bem complexo.

A água usada é bombeada para a estação de tratamento, após verificação informatizada dos níveis de reservatório.

O primeiro passo do tratamento é adicionar Policloreto de Alumínio, que vai permitir a coagulação das impurezas. Em seguida, a água recebe um leite de cal especial para que sejam formados flocos com estas impurezas.

O terceiro passo é adicionar polímero. Estes flocos então ganham peso, o que ajuda na decantação que ocorre num outro reservatório.

O material solidificado é separado e destinado para empresas que fazem o descarte regular do resíduo.

Mas o processo não para por aí.

A água passa por um anti-espumante que fará a limpeza de resíduos químicos mais finos, como detergentes e sabões usados na lavação dos ônibus.

O próximo passo é submeter a uma prensa de lodo, para tirar mais impurezas.

Por fim, a água passa por um filtro de quartzo.

“A cada uma hora e quarenta minutos conseguimos tratar em média 13 mil litros de água. Tudo é auditado constantemente pela Cetesb, DAE  (Departamento de Água e Esgoto), CRQ (Conselho Regional de Química) e Vigilância Sanitária, entre outros órgãos” – explica o técnico ambiental da empresa, Alex Bernardo.

O técnico ambiental da empresa, Alex Bernardo, e supervisor de meio ambiente, José Edson Alves da Silva, em área de tratamento de água para reuso: cerca de 60 mil litros são reaproveitados por dia.

A garagem da SBCTrans também tem diversas áreas de reciclagem que separam e destinam corretamente, como determinam leis e normas, resíduos sem contaminação e os que podem ser contaminantes, como restos de tinta, graxa, óleos, baterias, lâmpadas e eletroeletrônicos inservíveis.

Uma prensa e um picotador de papel não contaminado auxiliam no armazenamento e transporte do material.

São recicladas por mês em torno de 3 toneladas de papel comum.

A garagem também passou a contar com uma horta totalmente orgânica.

Os próprios funcionários e os filhos plantam couve, alface, manjericão, repolho, temperos naturais entre outros.

Com a horta, os objetivos são tornar o espaço mais agradável, incentivar bons hábitos alimentares de crianças e funcionários, além de manter as pessoas mais próximas da natureza.

“A SBCTrans está com novos conceitos, novas práticas e imagem. Estamos promovendo o maior programa de modernização e qualificação do sistema de transporte público de São Bernardo do Campo, sendo parceiros do cidadão e da prefeituraconclui Milena.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

6 comentários em ENTREVISTA: Em nova fase, SBCTrans investe em humanização e tecnologia para qualificar transportes de São Bernardo do Campo

  1. Luis Marcello Gallo // 13 de novembro de 2017 às 09:30 // Responder

    Acho que a legenda da horta está errada.

  2. Valdinei goncalves pereira // 13 de novembro de 2017 às 19:37 // Responder

    Kkk estimular o funcionário tá de brincadeira ne.

  3. Amigos, boa noite.

    Parabéns à SBCTrans!

    Mas uma dúvida:

    A SBCTrans é originária de qual empresa, ou é um consórcio ??

    Sra. Milena, tira esse azul Sambaíba que não trás boas lembranças e liga muito vocês a Sambaíba azul.

    A não ser que vocês são do Grupo ou o Prefeito dai do ABC são do PSDPIZZA ??

    Espero que vocês mantenham esse ritmo, após a fase do entusiasmo, afinal administrar cansa.

    Para os colaboradores é ótimo.

    Mas lá vão duas sugestões a lá Paulo Gil.

    1) O passageiro só quer se deslocar de maneira prática e “RETA”, do ponto A para o ponto B, num buzão limpo, internamente, e com um intervalo de 5 minutos em média.

    2) Não sei como está hoje no ABC, mas quando eu morava ai para se deslocar de Santo André para o Taboão em S. B. Campo, era um parto, principalmente à noite.

    Hoje precisamos de linhas nas principais avenidas, com letreiro A – B e B- A e quem quer ir para a Vila “X”, desce num ponto “Y” e toma o buzão da Vila “X”, esse negócio de linha da Vila Piriri até o Parque D. Pedro II, já era.

    Att,

    Paulo Gil
    “Buzão e Emoção é a Paixão”

  4. Só que infelizmente alguns motoristas estão impaciente, passando nos pontos diretos, muito tempo de espera nos pontos (sempre alegam um trânsito que só eles vêem), as tomadas dos ônibus articulados nunca funciona, assentos soltos, nunca tem troco, pontos de carregamento do cartão nunca funciona (Taboão e Rudge), enfim. Houve melhorias. Mas, ainda tem que melhorar muito.

  5. Parabéns pela iniciativa Sbctrans, está na busca incessante de alcançar seu objetivo com profissionalismo e competência, a troca da frota e o investimento no seu principal produto que é o funcionário com certeza colocará São Bernardo do campo no rol das principais empresas do ramo de transporte público.

    Só tenho que deixar uma ressalva importantíssimo que a diretora executiva deixou de relatar um instrumento importantíssimo que pode ser aproveitado por qualquer colaborador e que tem contribuído em muito para saúde dos trabalhadores da sbctrans, e a EQUIPE DE ATLETISMO DA SBCTRANS, onde participa qualquer colaborador .

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: