Mauá deve começar a receber os 100 novos ônibus do Refrota em até quatro meses

Frota deve continuar com 248 ônibus

Veículos vão substituir os mais antigos, mas frota não deve ser ampliada

ADAMO BAZANI

Em aproximadamente quatro meses, a cidade de Mauá, na grande São Paulo deve começar a receber os 100 ônibus 0km financiados pelo Refrota, um programa do Governo Federal com recursos do FGTS para substituição de coletivos mais antigos em sistemas de todo o País.

Apesar de ter sido anunciado no final do ano passado, Mauá é a primeira cidade beneficiada e assinatura ocorreu na última segunda-feira, 12 de junho, como noticiou o Diário do Transporte. Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2017/06/12/suzantur-assina-primeiro-contrato-do-pais-do-refrota-com-a-caixa-e-vai-comprar-onibus-para-maua/

Nesta quarta-feira, 14 de junho, o prefeito de Mauá, Atila Jacomussi, o proprietário da Suzantur, Claudinei Brogliato, empresa que tomou o financiamento, e representantes da Caixa Econômica Federal realizaram um evento em Mauá para anunciar a renovação da frota.

A previsão é de que os veículos comecem a ser entregues entre 90 e 120 dias. Do do total, 40 veículos devem ser convencionais e 60 midi, do tipo micrão.

Os veículos são de chassi Mercedes-Benz e não terão ar condicionado. Como diferencial, terão carregadores USB para celulares notebooks e outros dispositivos móveis. A exemplo de toda a frota atual, os novos veículos vão oferecer aos passageiros acesso gratuito à internet por wi-fi.

Não haverá acréscimo de ônibus municipais na frota total de Mauá. Continuam os 248 veículos, porém, mais novos. Hoje a idade média da frota de Mauá se aproxima de 3 anos, sendo que o contrato exige idade média de cinco anos. Com a renovação, deve cair para a pouco menos de dois anos de idade.

Alguns ônibus usados de Mauá devem ser encaminhados para o sistema de Vila Luzita, em Santo André, onde a Suzantur opera por meio de autorização precária até a realização da licitação, que ainda não tem data para acontecer.

Os investimentos por este Refrota são de R$ 30,3 milhões, sendo R$ 28,7 milhões financiados e R$ 1,5 milhão de contrapartida da empresa.

Todo financiamento será quitado pela Suzantur em 72 parcelas de R$ 550 mil cada.

A linha de crédito, cujo nome oficial é Programa de Insfraestrutura de Transporte e Mobilidade Urbana (modalidade Pró-Transporte), tem a Caixa como agente financeiro e teve de passar por adequações, antes de finalmente sair do papel. Por exemplo, de início havia a exigência de seguro do bem financiado, o que é impossível no caso de ônibus urbanos.

Trata-se de uma linha de crédito de R$ 3 bilhões para a renovação da frota de ônibus por operadoras do setor. Com duração até o próximo ano e previsão de poder atender até a substituição de dez mil ônibus, a linha é apoiada pelos recebíveis do sistema de bilhetagem eletrônica dos veículos, presente hoje em 85% dos municípios acima de 100 mil habitantes do país. Com taxas atrativa de juros de 9% ao ano acrescido da Taxa Referencial, a empresa que pleitear esse tipo de financiamento deverá ter como garantias principais: alienação fiduciária de frota financiadas, cessão fiduciária de recebíveis e fiança.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Julio disse:

    Tomara que venha articulados para Mauá, pois principalmente as linhas 84, 131 e 41

  2. Glaucio oliveira disse:

    Que ótimo. Torcendo para que sejam marcopolos já que maua a leblon tinha praticamente só eles. Também torcendo pela suzantur que com a crise dos urbanos vem crescendo. Também acho que tem que vir articulados

    1. Adair disse:

      Não virão articulados e nem vai aumentar a frota. ..o que a Suzantur vai fazer é substituir os ônibus de Mauá e mandar para Santo André e São Carlos onde com certeza vencerá as licitações. ..

  3. Paulo Gil disse:

    Amigos, boa noite.

    Que rapidez incrível não ??

    Mauá é uma cidade com muita “sorte”.

    Acho que a Leblon que era o pé frio.

    Att,

    Paulo Gil

    1. Adair disse:

      Ou a Leblon não atendeu aos caprichos politicos de mauá

  4. Adair disse:

    Pra quem não leu direito são 60 midis ( aqueles sem cobrador) e 40 convencionais. ..nada de articulados e aumento de ônibus na frota…infelizmente já que em Mauá devia ter no mínimo de 300 a 350 ônibus circulando. ..fora a frota reserva

    1. Irlan disse:

      E olha que essas informações estão logo nos primeiros parágrafos… Isso mostra que a maioria das pessoas só leem o título da matéria kkkkkk

Deixe uma resposta