Primeiro binário de Fortaleza democratiza o espaço público, aumenta a velocidade dos ônibus e triplica número de ciclistas nas vias

Av. Santos Dumont (Foto: Queiroz Netto, Prefeitura de Fortaleza)

Neste mês de junho o binário das avenidas Dom Luís e Santos Dumont, o primeiro de Fortaleza, completa três anos de implantação, com resultados excelentes para quem usa transporte coletivo

ALEXANDRE PELEGI

O binário – a solução de transformar ruas paralelas em mão única, uma para cada sentido – tem sido já há alguns anos uma das soluções encontradas por algumas prefeituras para amenizar o trânsito.

Em Fortaleza, no entanto, o principal efeito tem sido outro e muito melhor. Ao invés do trânsito de carros, o binário tem sido excelente solução para aumentar a velocidade operacional dos ônibus, o que reduz o tempo de deslocamento dos usuários. Mais pessoas, e não veículos, estão sendo beneficiadas pela solução.

Neste mês de junho o binário das avenidas Dom Luís e Santos Dumont, o primeiro de Fortaleza, completa três anos de implantação – passou a funcionar em junho de 2014. E os resultados foram positivos para os ônibus, segundo indicam os dados da Secretaria de Conservação e Serviços Públicos (SCSP).

Em ambas as vias os coletivos aumentaram a velocidade. Na Avenida Santos Dumont, quando comparado ao cenário anterior, o ganho de velocidade já chega a 207%, o que implica redução de 31,3 minutos na duração das viagens. Na Avenida Dom Luís o ganho foi menor, mas mesmo assim importante: 143% de aumento na velocidade dos ônibus, reduzindo o tempo dos trajetos em 14,6 minutos.

Além do transporte coletivo, o binário trouxe importantes melhorias para os ciclistas. As ciclofaixas implantadas em ambas as avenidas redundaram no aumento do número de adeptos da bicicleta como modal, que passou de 50 ciclistas/hora/pico em 2014 para 180 ciclistas/hora/pico, aumento de 260%.

O projeto do binário das avenidas Dom Luís e Santos Dumont foi o primeiro de 14 binários existentes atualmente em Fortaleza. Naqueles que possuem faixas exclusivas para ônibus, os ganhos em velocidade operacional dos coletivos foram semelhantes.

Já consolidado, o binário Dom Luís/Santos Dumont, segundo avaliação de Victor Macêdo, engenheiro da Prefeitura Municipal, teve reflexos no trânsito de toda a região, conforme ele informa ao jornal Diário do Nordeste. Victor conta que o binário “reordenou os acessos da área, trouxe travessias de pedestres facilitadas e teve a criação das ciclofaixas, que fez crescer o número de ciclistas”.

A principal mudança causada pelo binário, na visão do engenheiro, foi “uma nova cultura de inclusão do transporte não motorizado e priorização do transporte coletivo. Isso impulsionou a democratização do espaço público”.

Como toda mudança que retoma o espaço das ruas para o transporte coletivo, o binário também desagradou os donos de automóveis particulares. Desde o início da implantação, os donos de carros se queixaram da redução do espaço nas vias para seus veículos.

FORTALEZA TERÁ MAIS BINÁRIOS:

Segundo o engenheiro Victor Macêdo, mais cinco binários serão implantados em Fortaleza ainda em 2017. Três já estão com projetos em andamento, e estão localizados na área oeste da Cidade.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

3 comentários em Primeiro binário de Fortaleza democratiza o espaço público, aumenta a velocidade dos ônibus e triplica número de ciclistas nas vias

  1. Este sem duvida é uma das melhiores alternativas.
    Aqui na av. dos Bandeirantes, por exemplo, com poucas adaptações, poderia se adaptar as avenida Miruna como corredor exclusivo dos ônibus com espaço para as bicicletas, em ambos os sentidos, dando vazão à via e sem mexer com o fluxo da já conturbada e insolúvel avenida.

    • “Eu”, bom dia.

      Aqui em Sampa há muitos JURÁSSICOS, e nada muda nada evolui.

      A Maracatins também poderia ser a a paralela também (não me lembro o nome) e tantas outros.

      Mas estão todos mumificados no passado do Penha Lapa, 21/21, carro bota, linhas sobrepostas e tudo mais.

      Acorda Sampa.

      Abçs,

      Paulo Gil

  2. Amigos, bom dia.

    Esta ai a prova que não precisa de obras faraônicas ou BRT´s para o buzão melhorar.

    Basta usar a inteligência e não a ganância.

    Claro que BRT, Metro são melhores, mas na M que estamos, não dá né.

    Parabéns aos inteligentes.

    Att,

    Paulo Gil

1 Trackback / Pingback

  1. Fortaleza anuncia implementação de trinário em avenida do centro da cidade – Diário do Transporte

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: