Mais uma empresa de ônibus fecha as portas no Rio de Janeiro: Transportes Santa Maria

Empregados em frente a garagem fechada Foto: Divulgação Rio Ônibus/Texto: Adamo Bazani

Companhia atuava no sistema alimentador e troncal do BRT

ADAMO BAZANI

O Rio Ônibus, sindicato que reúne as empresas de ônibus do Rio de Janeiro, confirmou agora há pouco que a empresa Transportes Santa Maria, que integra o Consórcio BRT encerrou as atividades na manhã desta quarta-feira, 26 de abril de 2017.

De acordo com nota do sindicato patronal, o motivo é a crise financeira que tem impactado o setor de transportes.

A entidade responsabiliza o fato “principalmente à decisão da Prefeitura do Rio de não reajustar as tarifas – em desobediência ao que determina o contrato de concessão assinado em 2010.”

Segundo nota do Rio Ônibus, a empresa tem 380 funcionários e uma frota de 126 veículos, sendo 36 articulados que operavam no corredor troncal e em linhas alimentadoras.

As empresas Viação Pavunense, Vigário Geral e São Silvestre já enfrentaram neste ano dificuldades para pagar salários e registraram paralisações dos funcionários.

unnamed (65)
Ônibus não saíram da garagem Foto: Divulgação Rio Ônibus/Texto: Adamo Bazani

Na nota, o Rio ônibus afirma que as empresas estão a caminho da “insolvência” e que desde 2015 seis companhias já encerraram as atividades.

A decisão da Prefeitura do Rio de não reajustar as tarifas, em desobediência aos termos da concessão assinada em 2010, tem causado o desequilíbrio econômico-financeiro do contrato estabelecido com as empresas, que sem o reajuste – que deveria ter ocorrido na primeira semana de janeiro, há quase 120 dias – não têm condições de arcar com os aumentos de custos referentes a 2016 (dissídio, insumos, serviços, tributos etc).

Desde abril de 2015, seis empresas já encerraram suas atividades no Rio, levando à demissão de 2.400 rodoviários. Atualmente, como o Rio Ônibus tem alertado desde janeiro, pelo menos 12 empresas correm o risco de encerramento de suas atividades em razão da crise financeira, que é agravada pelo aumento do desemprego – que reduz o número de passageiros transportados. Pelo menos 5 mil rodoviários dessas empresas estão com seus empregos sob ameaça. Vale destacar que o setor de transporte por ônibus no Rio é grande gerador de emprego e renda, com 35 mil postos de trabalho apenas no Município.

O sindicato que representa os rodoviários do Município do Rio está acionando nove empresas de ônibus na Justiça, tendo como motivo exatamente a dificuldade que estas vêm encontrando para o pagamento de salários aos funcionários.

EMPRESAS DE ÔNIBUS QUE JÁ FECHARAM NO RIO DE JANEIRO:

2017:

– Transportes Santa Maria

2016:

– Auto Viação Bangu (Consórcio Santa Cruz)

– Algarve (Consórcio Santa Cruz)

2015

– Translitorânea (Consórcio Intersul)

– Rio Rotas (Consórcio Santa Cruz)

– Andorinha (Consórcio Santa Cruz)

– Via Rio (Consórcio Internorte)

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes