Caio e Iveco apresentam primeiro micro-ônibus inclusivo Soul Class

Modelo é o primeiro fruto de uma parceria entre as duas fabricantes no mercado de ônibus, diz diretor da Caio, Maurício Lourenço da Cunha

ÁDAMO BAZANI

A Iveco Bus, fabricante de chassi, e a Caio, encarroçadora de ônibus, lançaram na manhã desta terça-feira, 18 de abril de 2017, o modelo de micro-ônibus Soul Class.

As duas empresas dizem se tratar do primeiro micro-ônibus inclusivo do País.

“Não é apenas um ônibus acessível, mas inclusivo porque com soluções como as plataformas elevatórias com as poltronas para pessoas que dependem de cadeiras de rodas, o usuário com algum tipo de limitação tem o mesmo conforto que os demais passageiros” disse Gustavo Serizawa, gerente de marketing da Iveco Bus para a América Latina.

“Pensamos também na segurança dos passageiros. O fato é que são pouquíssimas cadeiras de rodas ideais para que a pessoa seja transportada num veículo sentada nelas. Se há uma freada brusca ou até uma colisão, mesmo com cinto de segurança preso, a cadeira de rodas não é dimensionada para suportar esta carga de impacto. Poucas são as cadeiras homologadas para isso, mas se o passageiro com deficiência é transportado na poltrona projetada de fábrica é muito mais seguro. Ele tem a mesma segurança que outros passageiros. Nos ônibus urbanos ainda há os anteparos onde a parte traseira da cadeira de rodas é apoiada, mas nos ônibus executivos ou rodoviários isso é impossível. Assim a solução DPM  – Dispositivo de Poltrona Móvel é ideal não somente à acessibilidade, mas também à segurança” – explica Gustavo.

É solução semelhante da van Elevittá, da Iveco.

A poltrona baixa no elevador até o solo, o cadeirante é colocado na poltrona ou pode se acomodar por conta própria. O elevador sobe e este usuário é transportado como as demais pessoas no salão de passageiros. Nem parece que é uma poltrona especial.

2SC
Equipamento leva poltrona para fora e ao solo
3SC
Passageiro se acomoda na poltrona, sozinho ou com ajuda, dependendo de sua condição
4SC
Procedimento de subida é iniciado
6SC
Elevação ocorre de maneira suave, mas procedimento é rápido
7SC
Passageiro com limitação de movimento viaja como os demais usuários

A vantagem, segundo as fabricantes, é que além de o passageiro com limitação de movimentos não ser diferenciado dos demais usuários, quando não há nenhuma pessoa que necessite do acionamento do elevador, o espaço desta poltrona não fica ocioso já que o assento pode ser usado nas aplicações comuns.

O Soul Class tem as seguintes versões

– Escolar:

29 a 31 pessoas e motorista.

1SC

9SC

8SC

13SC

Comprimento total: 7.350 mm

Altura interna: 2.000 mm

Altura externa: 2.900 mm

Largura: 2.200 mm

Balanço Dianteiro: 940 mm

Balanço Traseiro: 2.420 mm

Entre eixos: 3.990 mm

Rodoviário:

– Executivo: 24 passageiros, dois passageiros com deficiência e motorista

– Fretamento (sem ser executivo): 29 passageiros, dois com atendimento especial e motorista

10SC

12SC
Como acesso ao conjunto do motor e outros equipamentos é feito somente pela parte externa, nível de ruído e calor dentro do veículo são menores porque o isolamento é total, garantem Caio e Iveco
11SC
Tampa do bagageiro traseiro “invade área de para choque, permitindo melhor acesso. Espaço pode levar até quatro cadeiras de rodas

Comprimento total: 8.120 mm

Altura interna: 2.000 mm

Altura externa: 2.850 mm sem mar-condicionado ou 3100 mm com ar

Largura: 2.200 mm

Balanço Dianteiro: 940 mm

Balanço Traseiro: 2.830 mm

Entre eixos: 4.350 mm

O preço do veículo não foi divulgado pelas empresas que, entretanto, garantem boa relação custo/benefício

O chassi é o 70C17, de 170 cavalos, e a carroceria é a FF2200i.

Entre as características do veículo estão:

– Luzes de LED, inclusive no conjunto ótico.

– Carroceria sem vincos laterais.

– Janelas colocadas na versão executiva.

– Tampa do bagageiro traseiro “invade” para choque, facilitando manuseio

– Tampa do bagageiro de alumínio

– Painel integrado

– Difusores de ar, porta objetos e porta copos no cockpit.

– Acesso à parte mecânica pela parte externa.

– Poltrona pneumática do motorista.

– Retrovisores elétricos de série nas versões executivas e opcionais para a escolar

  • Farol de Neblina
  • A porta sedã de acesso à poltrona elevatória tem uma limitação para não bater na porta pantográfica de acesso dianteiro, no caso do modelo rodoviário.
  • Bagageiro transporta de 3 a 4 cadeiras de rodas.

“É o primeiro micro-ônibus de características rodoviárias e de fretamento que atende a norma 269 do Inmetro que entra em vigor em julho. Todos os ônibus deverão contar com as plataformas elevatórias e esta parceria entre Caio e Iveco sai na frente” – disse o diretor de negócios da Iveco Bus para a América Latina, Humberto Spinetti.

Ádamo Bazani, jornalista especializado em transportes