Veja Vídeo: Doria exibe em Dubai vídeo sobre privatização de Bilhete Único, terminais e outros serviços

Em um dos trechos, poder público diz que a cidade passa pelo maior programa de privatização da história

ADAMO BAZANI

O prefeito de São Paulo João Doria apresenta nesta terça-feira, 14 de fevereiro de 2017, em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, o “maior programa de privatização” da história da cidade de São Paulo.

De acordo com um vídeo que será exibido a investidores e prefeitos de cidades mundiais, com quatro minutos e 25 segundos de duração, a cidade tem serviços públicos que hoje são potenciais para a iniciativa privada. Ao todo 55 equipamentos e serviços devem ser privatizados.

Um dos alvos para a privatização é a gestão do Bilhete Único. Com isso, a prefeitura deixaria de ter um encargo anual de mais de R$ 430 milhões e o bilhete poderia ter outras funções, como cartão de crédito e débito e permitir acesso a equipamentos culturais.

Segundo ainda a peça publicitária, São Paulo é uma das maiores cidades do mundo em total de habitantes e infraestrutura de tecnologia. A importância da cidade na economia da América Latina e nos demais mercados emergentes também é citada.

Doria pretende privatizar também os terminais de ônibus, que teriam de oferecer ao passageiro, ar-condicionado, melhor infraestrutura, centro comercial, fraldário, posto médico e banheiros mais amplos. Ao todo são 29 terminais de ônibus.

A prefeitura ainda não definiu se o modelo será por PPP – Parceria Público-Privada, concessão ou mesmo venda por licitação.

Os mercados municipais, os serviços de iluminação pública, parques e a gestão e operação do serviço funerário também estão entre os itens a ser repassados para a iniciativa privada, assim como o autódromo de Interlagos, o estádio do Pacaembu e o complexo do Anhembi.

ASSISTA:

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

5 comentários em Veja Vídeo: Doria exibe em Dubai vídeo sobre privatização de Bilhete Único, terminais e outros serviços

  1. Parece aquele vídeo “América First Brazil Second” do “Tá no Ar”… Só que menos engraçado, digo…

  2. Vamos ver se essa privatização vai realmente dar certo.

  3. Amigos, boa tarde.

    Para reflexões.

    “O marketing fala e mostra o que o cliente quer ver e ouvir; mas quando o cliente fala e questiona, o marketing se cala”
    (© by Paulo Gil 2008 + ou -)

    Qual foi o custo dessa peça publicitaria ???

    Mas a realidade é outra, vejamos…

    https://diariodotransporte.com.br/2016/10/14/viaquatro-cobra-r-500-milhoes-de-alckmin-por-atraso-nas-obras-do-metro/

    https://www.youtube.com/watch?v=ejwSrpwI9-w

    https://www.youtube.com/watch?v=pXrDKQr54fg

    Att,

    Paulo Gil

  4. Quero corredor na ZL Dória.

  5. Privatizar Bilhete Único é o certo a fazer, mas com estrutura e recursos dos cartões de débito bancários: saldo, “extrato” detalhado do uso e cartões com usuário e senha.

    Evitar fraudes? Cadastra-se digitais, exatamente como os bancos começam a fazer. Os Terminais e modais teriam leitores que, aleatoriamente, checariam o usuário. Permitindo multar fraudadores.

    Não pode ter função “crédito”: nada a ver usuário contrair dívidas em cima de cartão de mobilidade.

    Implantado cartão assim, abrem-se inúmeras possibilidades de aplicar politica tarifária justa, cobrando por tempo, deslocamento e concedendo descontos justos e transparentes.

    Quem não quisesse obter o cartão pagaria todas as tarifas “cheias”, de cada modal.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: