Na próxima segunda-feira, Metra já começa a receber pagamento de passagem com cartão de crédito e débito

Publicado em: 12 de outubro de 2016
ônibus

Testes serão realizados em sistema metropolitano entre Diadema, no ABC Paulista, e a região do Brooklin, na zona Sul de São Paulo.

Basta aproximar o cartão com bandeira Mastercard do validador dos ônibus ou dos terminais

ADAMO BAZANI

A partir desta segunda-feira, 17 de outubro de 2016, começa o projeto piloto em ônibus da Metra, do Corredor ABD, no trecho entre Diadema e Estação Berrini, que possibilitará que os passageiros paguem a tarifa usando cartão de crédito, débito, pré-pago com bandeira Mastercard.  Também poderão ser utilizados cartões registrados em carteiras digitais de celulares.

No início desta semana, o Diário do Transporte já havia informado sobre mais esta possibilidade, após receber o comunicado oficial da operadora Mastercard. Relembre em: https://diariodotransporte.com.br/2016/10/10/passageiros-da-regiao-metropolitana-de-curitiba-da-metra-abc-e-da-supervia-no-rio-poderao-pagar-tarifa-com-cartao-de-credito-ou-debito/

Já ao jornal Folha de São Paulo desta quarta-feira, 12 de outubro, a assessoria de comunicação da Autopass, empresa de bilhetagem eletrônica responsável pelo cartão BOM, confirmou o início dos testes em parte do Corredor Metropolitano ABD.

Segundo nota do jornal, os investimentos da empresa foram de R$ 36,5 milhões.

A funcionalidade estará disponível para cartões que tenham a função de pagamento por aproximação (sem contato).

A intenção é no próximo ano estender a possibilidade para os trens da CPTM e do Metrô.

OUTROS SISTEMAS:

A mesma parceria que a Mastercard fez com a Autopass, em São Paulo, foi firmada com a Empresa1, no Rio de Janeiro, para os trens da SuperVia, e com  a Metrocard, que possibilitará a mesma forma de pagamento nos ônibus metropolitanos de Curitiba.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Comentários

  1. Paulo Gil disse:

    Amigos, boa noite.

    Graaaaaande Metra, sempre na frente, parabens!

    Vem pra Sampa Metra.

    Att,

    Paulo Gil

  2. Luis Nunez disse:

    A princípio será útil apenas para quem utiliza os ônibus da Metra sem integração com outro modal (CPTM / Metrô) já que não haverá a integração tarifária para quem utilizar este meio de pagamento.

  3. vagligeirinho disse:

    Eu tenho uma implicância com este método de pagamento. Explico:

    1) Não vi ainda nas matérias algo relacionado a integração tarifária (partindo do pressuposto que se paga com cartão de desconto direto, o sistema de cobrança se diferencia da rede de cobrança oficial da detentora da concessão).

    2) Segurança de cobrança: acho que apesar das evoluções tecnológicas, o uso de cartão pessoal de crédito ou débito para este tipo de operação pode gerar um risco. Formas de clonagem novas, furto de cartões, fraudes, etc.

    3) Formas de pagamento: geralmente cartões de cobrança das detentoras de concessão tem uma (pequena neste caso) rede de pagamentos. Fora também a possibilidade de cobrança de crédito de um empregador, ou meio passe para estudantes. O uso de cartão de bandeira não desincentivaria isso?

  4. E SP zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz

Deixe uma resposta