BRT Radial e Corredor Aricanduva ficam prontos até 2016

ônibus

Ônibus da linha 4310/10 que já atrai passageiros do Metrô. Com inauguração do BRT Radial Leste, estimativa é de redução da superlotação da linha 3 Vermelha. Obras devem ser concluídas em 2016.

BRT da Radial Leste deve ser concluído em 2016
Obras estão previstas para ter início em outubro. Corredor da Aricanduva deve ter os mesmos prazos
ADAMO BAZANI – CBN
O BRT – Bus Rapid Transit da Radial Leste deve ser um dos primeiros sistemas de corredores de ônibus prometidos pela gestão de Fernando Haddad a ser construído na capital paulista.
As obras começam em outubro e devem ficar prontas até 2016, de acordo com o Secretário Municipal de Transportes, Jilmar Tatto.
Com 17 quilômetros de extensão, o corredor de ônibus deve agilizar as viagens de quem mora no extremo leste de São Paulo e também auxiliar na redução da superlotação dos trens da linha 3 Vermelha do Metrô.
Para se ter uma ideia, dia acordo com a SPTrans, hoje apenas uma linha de ônibus, a 4310/10 (Itaquera/Terminal Parque Dom Pedro II) que conta somente com faixas exclusivas demora praticamente o mesmo tempo que o metrô para fazer a ligação e atraiu 10% dos passageiros da linha 3 Vermelha que transporta 1,5 milhão de passageiros por dia.
Na Radial Leste, a cidade terá um BRT de fato, semelhante ao expresso Tiradentes, mas não vai ser suspenso em vigas. O modelo será parecido com o Transcarioca/Transoeste do Rio de Janeiro e com o sistema de Curitiba.
Em vez de pontos, serão estações que protegem melhor os passageiros do sol e da chuva, permitem embarque e desembarque no mesmo nível do assoalho do ônibus, terão placas e painéis com informações sobre as linhas e previsão de chegada dos ônibus e sistema de pré-embarque, pelo qual o passageiro paga a tarifa antes de entrar no veículo, como ocorre com o metrô.
O BRT da Radial vai ligar a Estação Artur Alvim do Metrô, na Zona Leste de São Paulo, ao Terminal Parque Dom Pedro II, no centro. O sistema deve receber 234 mil passageiros por dia.
ARICANDUVA:
Outro corredor que deve começar a ser feito em outubro e entregue em 2016 é o da Aricanduva.
Serão 14 quilômetros de extensão entre a Radial Leste e o Terminal São Mateus.
No entanto, este corredor deve ser mais simples e não deve ter, por exemplo, o sistema de pagamento antecipado da passagem de ônibus.
O corredor Aricanduva deve receber diariamente 190 mil passageiros por dia.
O secretário Jilmar Tatto garantiu que já há possibilidade da construção porque faltavam apenas as licenças ambientais que, segundo ele, devem ser liberadas nos próximos dias.
A maior parte dos recursos para a construção virá do PAC da Mobilidade, do Governo Federal.
Já os corredores da Avenida dos Bandeirantes da Avenida 23 de maio ainda estão com problemas de licenças ambientais e de justificativa de verbas para o TCM – Tribunal de Constas do Município.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes.

8 comentários em BRT Radial e Corredor Aricanduva ficam prontos até 2016

  1. Ae! Seria um sonho se o NET Norte-Sul também fosse construído e entregue nessa gestão.

    Espero que dê tudo certo.

  2. Enfim, uma ótima notícia. É aguardar para ver o início das obras. Mas Ádamo o corredor da Radial Leste não vai até o Terminal Itaquera???
    Abraços.

  3. Amigos, boa noite.

    De 2015 em diante, corredor que nao tiver estacao de embarque com pagamento na estacao e buzao sem catraca, nao sera corredor.

    Eu nao sei por que desta aversao a vigas, afinal somente corredores suspensos sao livres de semaforo.

    Desse jeito vsi ser dificil Sampa evoluir na mobilidade com o buzao.

    Att,

    Paulo Gil

  4. Finalmente uma noticia boa hein,o da Radial praticamente já tinha sido licitado na gestão do Kassab,eu achei que iria pelo menos até em frente o estadio já que adiante devido o túnel não seria possível um corredor central,veremos como serão as obras,uma coisa é certa o trecho entre Vl Matilde ate Artur Alvim ira desapropriar bastante muito estreito torço pra dar cetro porque sou da ZL.

  5. Mais tem lugares na Radial que não da para construir mais pistas ,queria ver o projeto.

  6. Queria compartilhar do ânimo dos amigos, mas considero BRT verdadeiro – com estações de embarque vias bem segregadas – um erro para a Radial Leste. A implantação é dificílima devido ao grande número de cruzamentos de alto fluxo e o efeito prático, por mais que se fizesse pistas de ultrapassagem nas paradas (cadê espaço para isto?!) seria menor que aumentar a quantidade de trens no leito ferroviário adjacente. Resumindo: seria desperdício de $ público; não resolveria.

    Se quase não há condições para aumentar a capacidade da Linha 3 do Metrô, é perfeitamente possível aumentar muito – para o dobro da capacidade! – o atendimento das linhas 12 e Expresso Leste/Linha 11 da CPTM. A 12 pode ir dos 400.000 passageiros diários atuais para 1 milhão ou mais, bem como a 11, que já carrega cerca de 600.000. Ambas poderiam e deveriam ter mais algumas estações.

    Um bom corredor de ônibus nas faixas da esquerda da Radial, com algumas passarelas e faixas para pedestres precisaria compor com as linhas de trem ampliadas para distribuir o imenso fluxo de passageiros.

  7. Ewerton Santos Lourenço (PNE Guarulhos) // 15 de setembro de 2014 às 16:37 // Responder

    Boa Tarde Internautas,

    Edvaldo,

    Essa linha 4310 vai até lá sim, olha complementando com o outros comentaristas. Deveria ser todas as teriam que revistas para agilizar o deslocamento do transito.

    Alias as linhas que vem da Avenida Aricanduva lá do Terminal São Mateus e arredores iriam ser beneficiados pelo corredor, se falar que o corredor funciona bem é mentira! Não funciona, na modesta opinião deveria fazer como fizeram no trecho da Avenida do Estado ali onde fica a pista sobre o Rio Tamanduatei. Ali no aricanduva trava direto, imagine na Mateo Bei!

    Finalizando eles deveriam ter feito as duplicações das principais avenidas do que os seccionamentos das linhas de onibus.

  8. Heber Oliveira o projeto mais recente e o acompanhamento esta no site da Sp obras e só verificar,Luiz Vilela quanto aos cruzamentos acho a Radial até melhor se comparando com outras vias que possuem corredores como a Av Rio Branco e Marquês de São Vicente você deve saber que elas tem faróis demais e os ônibus param toda hora,a Radial tem até poucos,se instalarem aqueles faróis inteligentes que abrem assim que o ônibus chega próximo vai melhorar bastante,quanto ao alagamento passo ali todo dia onde terá mais trabalho sera ali desde a Guilhermina Esperança ate o Habibis porque a frente tem bem mais espaço pra alargar e já fizeram uma terceira rua pensando nisso talvez,antes disso entre a Vila Matilde e Guilhermina ali tem até um espaço só com morro pra ser demolido,um posto de gasolina e algumas casas,esses trechos que serão mais complexos creio que sera uma faixa pra ônibus central e duas pra carros não ha outra opção.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: