São Paulo recebe mais faixas de ônibus nesta segunda-feira

ônibus

Ônibus na Capital Paulista. Zona Norte da cidade recebe mais 800 metros de faixas exclusivas nesta segunda-feira. Trecho de corredor da avenida Rio Branco será bloqueado para obras no pavimento. Foto: Adamo Bazani.

São Paulo recebe mais faixas de ônibus nesta segunda-feira, dia 30
Já na Avenida Rio Branco, trecho de corredor será bloqueado para obras
ADAMO BAZANI – CBN
A partir desta segunda-feira, dia 30 de junho de 2014, a cidade de São Paulo recebe mais dois trechos de faixas exclusivas para o ônibus.
Na Avenida Braz Leme, na zona Norte de São Paulo, serão 300 metros de faixa à esquerda, no sentido bairro, entre a Ponte da Casa Verde e a Rua Marambaia. O funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 6 horas às 22 horas e aos sábados das 6 horas às 14 horas.
Quem invade faixa à esquerda ou corredor, está sujeito a multa maior: R$ 127,69 e cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação. Neste trecho, as multas começam a ser aplicadas a partir do dia 14 de julho.
Pela Braz Leme, nesta região, segundo a CET, passam 12 linhas de ônibus que atendem diariamente 109 mil passageiros.
Já na Rua Voluntários da Pátria, também na zona Norte de São Paulo, a nova faixa de ônibus é à direita, com 500 metros de extensão no sentido centro. O funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 6 horas às 10 horas e das 16 horas às 20 horas, no trecho entre rua Francisca Júlia e rua Conselheiro Saraiva.
Quem invade faixa de ônibus à direita está sujeito à multa de R$ 53,20 e três pontos na Carteira Nacional de Habilitação. Neste trecho, as penalidades começam a ser aplicadas também no dia 14 de julho.
A Rua Voluntários da Pátria já possui uma faixa exclusiva de ônibus no sentido Centro em outro trecho: entre as ruas Olavo Egídio e Dr. César. Essa faixa mais antiga funciona no mesmo período da nova faixa, ou seja, de segunda a sexta-feira das 6 às 10 horas e das 16 às 20 horas.
Com estes novos trechos, desde janeiro de 2013, a cidade de São Paulo recebeu 338,1 quilômetros de faixas exclusivas para ônibus. Antes a cidade tinha 105 quilômetros, somando agora 443,1 quilômetros.
Já o total de corredores na cidade de São Paulo, que são considerados espaços mais adequados para o transporte coletivo, é de apenas 120 quilômetros, sendo que somente o corredor Expresso Tiradentes, o antigo Fura-Fila, possui características de BRT – Bus Rapid Transit, que oferece estações de embarque e desembarque mais seguras e acessíveis e prioridade real para os ônibus.
A prefeitura de São Paulo tem a meta de até 2016 implantar mais 150 quilômetros de corredores de ônibus. Mas há vários entraves, como erros de projeção, licitação ainda não liberada totalmente pelo TCM – Tribunal de Contas de Município e o atraso para a aprovação do projeto que modificava 66 vias para os espaços pela Câmara Municipal. O projeto de lei 017/2014 só foi aprovado em segunda votação depois de alterações e pressões de movimentos contra desapropriações, liderados principalmente por comerciantes locais.
CORREDOR INTERDITADO:
Também neste dia 30 de junho de 2014, segunda-feira, um trecho do corredor de ônibus da Avenida Rio Branco será interditado para obras de implantação de um pavimento mais adequado para o peso dos veículos de transportes coletivos.
A interdição deve durar cerca de três meses no trecho entre a rua Helvétia e rua Sérgio Tomás, no sentido bairro.
Neste período, vai operar provisoriamente uma faixa exclusiva para ônibus à direita, de segunda a sexta-feira, das 6h00 às 20h00 e aos sábados das 6h00 às 14h00.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: