GREVE DE ÔNIBUS EM SALVADOR: Motoristas ameaçam parar por terem sido multados

greve de ônibus em Salvador

Ônibus em Salvador. Motoristas de ônibus de Salvador podem entrar em greve nesta sexta-feira, paralisando as atividades de 18 empresas. O motivo é o que a categoria classifica como excesso de multas aplicadas aos motoristas. Segundo o Sindicato, boa parte das multas é pelo fato de os motoristas não transitarem apenas pelas faixas dedicadas aos ônibus. Para a entidade, os espaço é insuficiente e forma filas e lentidão, principalmente nas proximidades dos pontos. Mas a Prefeitura diverge e diz que o maior motivo para as multas são infrações como avanço de sinal vermelho e excesso de velocidade. Só neste ano, foram aplicadas 50.426 multas, média de 210 autuações por dia, a maioria descontada dos salários dos motoristas.

Sindicato ameaça greve de ônibus em Salvador
Categoria está insatisfeita com o número de multas que os motoristas têm recebido
ADAMO – CBN
Fez algo errado no trânsito, arque com a responsabilidade.
Normalmente é isso que deve ocorrer com motoristas em qualquer cidade e operando qualquer veículo.
Mas os motoristas de ônibus de Salvador, na Bahia, afirmam que estão sendo vítimas de abusos e reclamam dos altos números de multas por irregularidades no trânsito e na operação dos veículos.
O valor dessas multas é descontado dos salários dos profissionais.
Por conta do suposto excesso de punições, o Sindicato dos Rodoviários de Salvador e o Superintendente de Trânsito e Transportes de Salvador, Alberto Gordilho se reuniram nesta segunda-feira, dia 19 de setembro de 2011.
O sindicato disse não ter ficado contente com a reunião pelo fato de ela não ter apresentado resultados práticos. Novas reuniões estão marcadas.
O sindicato ameaça com uma greve de motoristas e cobradores de ônibus em Salvador.
O representante e diretor financeiro da entidade, Hélio Ferreira, afirmou ao jornal Correio 24 Horas, que a greve dos ônibus de Salvador pode ser decretada na sexta-feira, quando, segundo ele, a população não deve sair de caso, se não houver entendimento entre o sindicato e o órgão gestor e fiscalizador, Transalvador.
“Vamos dar uma trégua até a próxima reunião. Se na sexta não tiver solução, vamos parar as 18 empresas nas garagens de madrugada. Mas vamos avisar com antecedência para que a população não saia de casa” – disse o sindicalista.
O sistema de ônibus de Salvador é formado por 18 empresas.
Boa parte das multas é pelo fato de os motoristas não andarem apenas pelas faixas exclusivas de ônibus.
Para a categoria, é impossível apenas contar com o espaço, que é muito pequeno e proporciona enormes filas de ônibus, principalmente nas proximidades dos pontos.
Na sexta-feira, dia 23 de setembro, os representantes dos motoristas devem se reunir com fiscais da Transalvador. Na terça-feira, dia 27 de setembro, o encontro deve ser com membros do Seteps – Sindicato das Empresas de Transportes Públicos do Estado da Bahia.
Na semana passada, os motoristas realizaram uma série de protestos fazendo filas nas faixas de ônibus e parando em todos os pontos, o que causou lentidão nas principais vias de Salvador. Foi uma espécie de “operação tartaruga”.
NÃO É SÓ DESRESPEITO A FAIXA EXCLUSIVA O MOTIVO DAS MULTAS CONTRA OS MOTORISTAS:

De acordo com a Prefeitura de Salvador, as irregularidades no trânsito provocadas pro motoristas de ônibus são grandes, o que explica o alto número de multas.
Para o poder público, os motoristas não são penalizados à toa e nem de maneira injusta.
Atualmente, são cerca de 210 multas aplicadas por dia por irregularidades cometidas pelos motoristas.
De acordo com a prefeitura, a maior parte das multas não é por conta de os motoristas saírem da faixa, mas sim infrações como avançar o sinal vermelho e excesso de velocidade.
De janeiro a agosto deste ano, a gerenciadora Transalvador aplicou 50 mil 426 multas aos motoristas.
Fazem parte da estatística outras infrações, como não parar no ponto quando há solicitação de embarque ou desembarque ou estacionar de forma irregular.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes.

2 comentários em GREVE DE ÔNIBUS EM SALVADOR: Motoristas ameaçam parar por terem sido multados

  1. Deveriam mandar os fiscais da SPTrans pralá pra aprender como se fiscaliza. Aqui, os motoristas (perueiros principalmente) fazem o que querem e só são “advertidos e orientados”. Já perdi a conta de quantas vezes reclamei de perueiro que passa por fora do ponto, no semáforo vermelho (comigo atravessando na fixa com sinal verde pra mim), dirigir na contra mão e outras coisas.

  2. Amigos, bom dia

    Esta questão só se minimiza (não elimina) com treinamentos constantes, diálogo,
    simulações (colocar o motorista “problema” no lugar dos passageiros, pedestres e outros
    motoristas), advertências e demissão, por justa causa, nos casos graves e devidamente comprovados num processo interno da empresa, uma vez desrespeitados todos os procedimentos e normas internas e legais.

    Neste caso, “a priori”, não entendo ser a greve a melhor forma de resolver a questão.

    Muito obrigado
    Paulo Gil

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: