VELOCIDADE MÁXIMA: No Rio de Janeiro é de 50 km/h

ônibus velocidade máxima

VELOCIDADE MÁXIMA: Os ônibus municipais, intermunicipais, micro-onibus, escolares e de fretamento não podem ultrapassar os 50 km/h nas vias do Rio de Janeiro. A determinação é da prefeitura. Os motoristas que desrespeitarem esse limite, inclusive nos corredores de ônibus, podem ser multados em R$ 574,61. Apenas nas vias de trânsito rápido é que os ônibus podem superar os 50 km/h. As condições da frota do Rio de Janeiro, apesar de ônibus novos, não foram consideradas ideais. Balanço da fiscalização de trânsito revela de 31,37% dos ônibus inspecionados foram reprovados no mês de junho. Nos últimos 3 meses, foram apreendidos 39 ônibus piratas nas principais linhas da cidade.

Rio de Janeiro limita velocidade de ônibus a 50 km/h
Determinação vale para todos os ônibus que circulam pela cidade. Apenas em vias de trânsito rápido é que os veículos poderão ultrapassar esse limite

ADAMO BAZANI – CBN

Os ônibus que servem a cidade do Rio de Janeiro não podem mais ultrapassar o limite de velocidade de 50 quilômetros por hora.
Além de vias e avenidas convencionais, as pistas preferenciais para ônibus, os BRS (Bus Rapid Service), terão o mesmo limite de velocidade, inclusive nos corredores da Avenida Nossa Senhora de Copacabana e na tua Barata Ribeiro, em Ipanema e no Leblon.
Os limites em vias abaixo de 50 km/h devem ser obedecidos normalmente.
O objetivo é reduzir o número de acidentes envolvendo veículos de transporte coletivo. Levantamento feito pela Prefeitura do Rio de Janeiro mostrou que a alta velocidade dos ônibus é um dos principais problemas apontados pela população.
Além dos ônibus de linhas municipais, devem seguir esta determinação micro-onibus, ônibus intermunicipais, ônibus de transporte escolar, ônibus de serviços especiais, como de traslados, e serviços de fretamento.
A multa para o motorista de ônibus e empresa que ultrapassar os 50 km/h é de R$ 574,61.
Os ônibus podem ultrapassar os 50 km/h apenas em vias de trânsito rápido, obedecendo os limites de cada uma.
As avenidas onde os ônibus podem ultrapassar o limite de velocidade geral estabelecido pela prefeitura:

– Avenida Brasil
– Avenida Governador Carlos Lacerda (Linha Amarela)
– Avenida Infante Dom Henrique (Aterro do Flamengo)
– Avenida das Nações Unidas (Botafogo)
– Auto Estrada Lagoa-Barra
– Avenida Presidente João Goulart (Linha Vermelha)
– Avenida Presidente Juscelino Kubitschek (Perimetral)
– Viaduto Capitão Sérgio de Carvalho (Gasômetro)
– Avenida 31 de Março
– Túnel Rebouças
– Túnel Santa Bárbara
– Túnel Zuzu Angel
– Elevado das Bandeiras (Joá)
– Avenida Dom João VI

Agentes da CET – Companhia de Engenharia de Tráfego – e radares vão fiscalizar e multar os ônibus.

ÔNIBUS REPROVADOS ATINGEM NÚMERO ALTOS:

As condições dos ônibus municipais do Rio de Janeiro, apesar de novos, não atendem a todas exigências de conforto, acessibilidade e segurança.
Pelo menos é o que revela balanço da Subsecretaria de Fiscalização de Transportes do Rio de Janeiro referente ao mês de junho.
Dos 204 ônibus fiscalizados, 64 foram retirados de circulação por não atenderem às exigências operacionais do poder público.
Houve um total de reprovação de 31,37%.
Nos últimos três meses, a Prefeitura identificou 39 ônibus “piratas” e apreendeu os veículos.
Os ônibus atuavam nas seguintes linhas: A linha 158 (Central-Gávea)foi a campeã, com 14 ônibus impedidos de trafegar. Em seguida vieram os coletivos das linhas 773 (1), 334 (3), 901 (2) e 915 (3) da empresa Internorte; 186 (1), 176 (6) e 524 (2) da Intersul; 315 (2) e 308 (1) da Transcarioca e 786 (2), 846 (1) e 882 (1) da Santa Cruz.

Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: