SBCTRANS: Teatro para qualificar a atuação de motoristas e cobradores de ônibus

ônibus teatro da SBCTrans

Caio Vitória Scania virou sala de teatro e placo para apresentação engraçada e educativa destinada a qualificação de motoristas e cobradores da empresa de São Bernardo do Campo, SBCTrans. Os relacionamentos sociais mudaram e os transportes devem acompanhar esta tendência. Apresentar estas mudanças e as novas responsabilidades dos motoristas no atual contexto social, em forma de teatro deixa o aprendizado mais fácil, alegre e menos impositor, quebrando as barreiras eventualmente criadas nas tradicionais palestras. Foto Adamo Bazani

Teatro no ônibus

A peça é hilária e muito educativa, um motorista trapalhão, que corre, freia bruscamente, fala ao celular ao volante, pela forma de dirigir derruba uma senhora dentro do ônibus. Mas depois ele descobre que é sua sogra, que tinha tingido o cabelo. Ao que as confusões aumentam mais. Foto: Adamo Bazani.

Teatro leva conceitos da nova mobilidade urbana para motoristas em São Bernardo do Campo
Iniciativa da SBCTrans é inédita na região do ABC Paulista e visa melhor qualificar motoristas e cobradores para melhor condução dos veículos e atendimento à população. Abordagem de maneira teatral e engraçada prende a atenção dos motoristas e mostra que hoje não basta apenas dirigir um ônibus, mas é necessário atender a população

ADAMO BAZANI – CBN

As relações na sociedade mudaram. Isso reflete nos transportes públicos, que são inseridos no dia a dia da cidade e das pessoas. Com o maior nível de educação e esclarecimento populacional, o passageiro sabe dos seus direitos e se torna mais exigente. Assim, o passageiro precisa ser atendido de forma diferenciada em relação há alguns anos. Ele torna-se cliente.
Mas como passar essa nova realidade para os operadores de transportes públicos, muitos com mais de 20, 30 anos de profissão que trazem hábitos antigos anda de prestação de serviços?
Treinamentos e palestras são realizados obrigatoriamente nas garagens e institutos de qualificação. Mas ao longo do tempo, os responsáveis pelos treinamentos viram que a forma de palestra se torna desinteressante para alguns motoristas, principalmente os mais antigos que acham que sabem quase tudo de volante e que um jovem palestrante técnico não teria o tempo de experiência e nem a moral no assunto dirigibilidade que estes motoristas dizem ter.
Como resolver este problema?
A SBCTrans, empresa que presta exclusivamente os serviços municipais de São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo, pertencente ao Grupo da Auto Viação ABC, descobriu uma forma interessante e cativante: passar os conceitos técnicos de atendimento à população, cuidado na direção e respeito aos passageiros especiais pelo teatro e de forma bem humorada.
Nesta quinta-feira, 14 de abril de 2011, a SBCTRans fez a primeira apresentação.
Dentro de um ônibus Caio Vitória Scania F 113, que já pertenceu a Auto Viação ABC e agora está com a SBTrans, ambas família Setti & Braga, um grupo teatral, que já desenvolve um trabalho de conscientização aos passageiro da Metra (do corredor ABD) levou uma mensagem de boa prestação de serviços, de cuidado pata com o passageiro e valorização do bom motorista, mas de forma lúdica e divertida.
Esse foi um dos desafios encarados pela SBCTRans para aperfeiçoar os motoristas e os treinamentos, de Acordo com Ângelo Calos Polvere, instrutor da SBCTrans.
“Os treinamentos em forma de palestras são importantes, praticados na empresa e têm sim sua importância. Mas ao longo do tempo, percebemos um desinteresse dos motoristas que vão porque se sentem obrigados. Há um excesso de treinamentos iguais. Percebemos que principalmente com os motoristas mais antigos há uma resistência. Quando abordamos um assunto do dia a dia de forma humorada, mas responsável essa barreira se quebra” – declarou Ângelo.
Ele explica que essa resistência muitas vezes impede resultados melhores dos treinamentos tradicionais.
“Os motoristas têm alguns vícios ainda, como tratar o passageiro de uma maneira não muito cordial, provocar freadas bruscas, acelerar no semáforo quando ele está já no amarelo. São coisas que estão tão presentes nos hábitos dos motoristas que eles não percebem. Pelo teatro, o motorista tem a oportunidade de perceber isso, de se ver” – conta Ângelo.
E por que foi escolhido o ônibus em vez de uma sala teatral?
O diretor da peça, Fernando Lira, afirma que é uma forma de o motorista aprender e se qualificar no ambiente de trabalho dele mesmo, sem causar choque e estranheza. Ao mesmo tempo, os atores se sentem a vontade, pois, mesmo sendo um ônibus, não deixa de ser um palco com uma platéia dentro, o ambiente do artista.
Passar as mensagens de forma didática, humorada e inteligente, esse é o segredo para o sucesso dos treinamentos para os motoristas, segundo Fernando Lira, que também trabalha com crianças e tirou muita experiência disso para desenvolver os trabalhados para os motoristas e cobradores.
“Trabalho há 20 anos com crianças. Para auxiliar na mensagem ao motorista e cobrador usamos a mesma fórmula, que é a da clareza, verdade e muita graça. Assim sendo, quando vejo que alguém do público deu uma risada, significa que a mensagem foi entendida” = disse Fernando Lira.
A Apresentação no ônibus contou com dois atores e realmente arrancou risadas do público.
Um motorista hilário se envolve em várias situações engraçadas. Estressado ele se desentende com os passageiros e ao dirigir perigosamente acaba derrubando uma senhora dentro do ônibus. Quando ele vai prestar socorro descobre que é a sogra dele, que tinha tingido o cabelo. Aí que as confusões aumentam.
“Os motoristas aprendem e visualizam as situações do dia a dia, mas não vão assistir a uma palestra, mas a uma peça de teatro” – complementa Fernando Lira, quer ainda diz que a educação eficiente não é aquela que aponta o dedo para cara da pessoa e relata seus erros, mas a que faz a própria pessoa a perceber suas atitudes não corretas.
O gestor administrativo da SBCTrans, João Baz de Melo Filho, diz que a ação da empresa é inédita no ABC Paulista e que espera bons resultados.
“O funcionário é colocado como expectador dele mesmo. Ele pode enxergar como trata os idosos, portadores de necessidades especiais e demais passageiros. Essa maneira lúdica de passar a informação para nosso colaborador está justamente dentro do novo conceito de transporte que é mostrar a ele que motorista hoje não é apenas o que dirige ônibus, mas é o que se relaciona com a comunidade, é o elo entre o passageiro e a empresa. E a boa forma de comunicação é tudo para incentivas o motorista a fazer parte desse processo.” – afirmou João Braz contou que a iniciativa vai continuar. Serão atendidas várias turmas, próximo ao horário de trabalho para não mexer com a rotina do funcionário, e outras peças com mais temas serão realizadas.
O espetáculo dura de 10 a 15 minutos aproximadamente e foi muito bem recebido pelos primeiros motoristas que fizeram parte da primeira platéia.
Um dos motoristas que participou da primeira exibição foi José Serafim de Andrade.
“Foi uma surpresa muito boa. Passou direitinho e de uma forma legal o que os passageiros e motoristas passam no dia a dia. Há situações mesmo que o motorista tem uma sensação de poder, de ser maior, por controlar um veículo tão grande como o ônibus. Mas não é bem assim. Há limites e muitos não respeitam” – se entusiasmou José Serafim que tem 33 anos de profissão ao volante e que já auxiliou até no parto dentro do ônibus.
As palestras e cursos obrigatórios continuam. “A peça teatral não vem substituir nenhum procedimento de edução. Ela vem acrescentar” – lembrou o gestor administrativo Jô/ao Baz de Melo Filho.
A interação entre comunidade e empresa é cada vez mais necessária numa sociedade em que os agentes devem, apesar de terem interesses distintos, devem se unir para as necessidades coletivas, como o desenvolvimento mais organizado das cidades e a melhoria na mobilidade urbana.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes públicos.

9 comentários em SBCTRANS: Teatro para qualificar a atuação de motoristas e cobradores de ônibus

  1. Simplesmente SENSACIONAL essa forma de capacitar os operadores (motoristas e cobradores), um testo simples e didático que pode ser adaptado ás diversas situações do dia a dia, creio que a SBCtrans colherá muitas vitórias com isso, e por falar em Vitória ai foi covardia no bom sentido encenar dentro de um Vitória/Scania F113, uma perguntinha? Não daria pra fazer uma apresentação para busólogos não?, na VVR seria um sucesso de publico e fotos, com certeza é só uma idéia, mas quero aqui manifestar meus cumprimentos á essa iniciativa da SBCtrans e sobretudo a família Setti & Braga, masi ainda ao nosso grande reporter busólogo Adamo Bazani por nos proporcionar momentos como esse. Forte abraço

    • Roberto, boa noite

      Eu não quiz plagiar sua sugestão, é que li a sua só depois que postei
      a minha.

      A autoria da ídeia do “teatro bus” na VVR é sua e a mesma
      é ótima.

      Me desculpe pela minha gafe.

      Paulo Gil

  2. Adano,
    Sugiro uma reportagem sobre transporte escolar, principalmente sobre o Dante Alighieri,uma das poucas escolas do Brasil a manter frota própria(42 onibus)

  3. Adamo, boa noite !
    Espero que você esteja bem, meu amigo !
    Como você tem dito, o ônibus, entre outras coisas, é um meio de interação social e dentre os “atores” desta peça teatral, estão motoristas, cobradores, passageiros, ou melhor denominando clientes.
    No rastro do que você apresentou, forneço uma experiência pessoal sobre o tema. A alguns anos, conheci um Gerente de RH de uma viação, localizada em uma cidade carente, na grande São Paulo. No serviço urbano ela é a única operadora e no suburbano (EMTU) possui uma única linha, onde concorre com uma grande empresa da Capital.
    Contudo, na ocasião, este executivo me confidenciou que, os passageiros aguardavam os ônibus da empresa na qual ele trabalhava, deixando passar os da concorrência, e porquê ???
    O TRATAMENTO dispensado às pessoas, tal como, estacionar bem perto à sarjeta, arranques suaves e somente após certa acomodação dos passageiros. Sorrisos, alguns em algum momento, pois, somos seres humanos e nem sempre estamos bem, mas, ao receber um bom dia, boa tarde, boa noite de um simpático e educado passageiro, porque não, dizer o mesmo.
    É tão gostoso para a alma.
    Parabéns para o grupo ABC e para todos aqueles que, através de singelas atitudes, buscam uma pequena, mais sempre bem vinda, melhoria ao dia a dia, dos passageiros, das pessoas, dos seres humanos.
    Abraço forte.

  4. Olá amigos. Primeiramente muiuto obrigado pels comentátrios de todos.

    Sobre os veícvulos novos da Novo Horizonte, queremos fazer uma matéria, mas não conseguimos contato com eles.
    Sobre a apresentração para busólogos, pode ser uma idéia boa sim. Não deixa de ser uma forma de iteração com a comunidade trambém. Os busólogos, os de verdade, podem acrescentar muito às mepresas de ônibus, pos eles têm a visão do passageiro e tamb´ém de uma pessoa que entende alguma coisa do assunto e pode levar às ermpresas ideias e sugestões pouco visualizdas pelos profissinais que estão no dia a dia, pois trata-se de um público que tem uma visão externa.

    Sobre o yransporte escolar, poodemos sim fazer algo. Uma boa sugestão.

    Em relaçao a empresa de ônibus da Grande São Paulo é mais uma prova que a população quer sim um atendimento humano e digno e espera por isso.
    Que fique o exemplo para as empresas que ainda não enxergam passageiros como clientes, mas não na teoria, mas na prática. E cliente quer ser bem atendido, é relação diárioa. Passageiro, passa…

    Seria possível um contato com esta empresa? É um exemplo muito bom.

    Abraços a todos e conmtinuem comentando. Muitas vezes por causa da correria e a quantidade de serviçp, não consigo responder a todos os comentários. Mas os leio, presto atenção, os considero e aprnedo muito com eles.

    A maior satisfação é ver umamatéria comentada, mesmo que, educamenente, algué,m discorde ou corrija algium erro por mim cometido

  5. Amigos, boa noite.

    Como é saudável ler “boas novas” neste blog.

    Parabéns Viação ABC !

    Ainda há muitas pessoas de bem neste mundo.

    Sucesso!

    Paulo Gil

  6. Amigois, boa noite.

    Uma sugestão:

    Que tal este “teatro bus” e sua trupe se apresentarem na exposição do
    ônibus antigo [Ver, Viver e Rever] que acontece no mês de novembro, no Memorial da América Latina, na Barra Funda .

    Além dos busólogos apaixonados, este evento recebe um público bem variado, incluindo crianças.

    Solicito à Viação ABC, a gentileza de avaliar a possibilidade te tornar esta sugestão uma realidade; papesar de saber que este é um programa interno da empresa.

    Avaliem com carinho.

    Muito obrigado.

    Paulo Gil

  7. Não é “plágio” de comentário não. Isso é uma mostra que as idéias se convergem e é um pedido, feito por mais de uma pessoa (e com certeza mais gente que nã comentou mas leu, concordou) que uma apresentação dessa seria realmente uma atração a mais na VVR e chamaria muito a atenção.

    É legal quando dois comentários convergem para suhgestões semelhante. É uma mostra de um anseio e de uma sugestão que tem a aprovação de bastante gente.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: