Mendes (RJ) renova contrato com atual concessionária do transporte coletivo e concede subsídio

Foto de arquivo (Viação Fênix Eireli/2017)

Prefeitura alegou necessidade de subsidiar empresa Fênix como forma de evitar interrupção dos serviços

ALEXANDRE PELEGI

Mendes, cidade com cerca de 20 mil habitantes no interior do Rio de Janeiro, autorizou, por dispensa de licitação, contrato em caráter emergencial para a prestação dos serviços de transporte coletivo do município firmado com a Viação Fênix Eireli.

A contratação, de acordo com o Secretário Municipal de Transportes, Jorge Galdino Bastos D’Avila, se deve ao fato de a licitação para concessão dos serviços ter resultado fracassada.

Além do contrato, a prefeitura autorizou ainda o pagamento de R$ 60 mil ao mês de subsídio à empresa Fênix, “como forma de evitar interrupção do transporte coletivo, de caráter essencial”.

O Ato de Ratificação foi assinado pelo Prefeito Jorge Henrique Costa de Oliveira, conforme publicado em Diário Oficial de 29 de julho de 2022.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta