Metrô de SP requer Licença Ambiental de Operação para trecho de monotrilho da linha 15-Prata

LAO encaminhada à Secretaria municipal do Verde se refere à via elevada após Estação Jardim Colonial, necessária para a instalação de aparelhos de mudança de via

ALEXANDRE PELEGI

A Companhia do Metrô de São Paulo solicitou à Secretaria do Verde e Meio Ambiente da prefeitura da capital a Licença Ambiental de Operação – LAO – para o trecho para o trecho operacional de 550m de via elevada após a Estação Jardim Colonial da Linha 15 – Prata em monotrilho.

A LAO é o documento que aprova o início do empreendimento ou da atividade.

A solicitação consta da edição desta quarta-feira do Diário Oficial do Estado, 27 de julho de 2022.

Como mostrou o Diário do Transporte, em julho de 2021 a Companhia do Metrô requereu a LAO referente ao trecho com início após a Estação São Mateus e término na Estação Jardim Colonial.

A estação Jardim Colonial, a 11º do monotrilho, foi aberta em 29 de dezembro de 2021, e passou a funcionar em período integral, das 04h40 às 00h, em 03 de março deste ano.

No trecho de 550 metros após a Jardim Colonial onde será instalado um “track switch”. Este equipamento permitirá a troca de via após Jardim Colonial, eliminando a necessidade da transferência de trem na estação São Mateus para prosseguir a viagem.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta