Produção de ônibus tem alta de 29,1% no primeiro semestre de 2022, segundo a Anfavea

Urbanos representaram 28% dos emplacamentos do semestre. Foto: Divulgação.

De janeiro a junho deste ano, foram produzidas 13.331 unidades, comparadas a 10.324 no mesmo período de 2021

JESSICA MARQUES

A produção de ônibus no Brasil teve uma alta de 29,1% no primeiro semestre de 2022, segundo a Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores). O balanço foi divulgado nesta sexta-feira, 08 de julho de 2022.

De janeiro a junho deste ano, foram produzidas 13.331 unidades, comparadas a 10.324 no mesmo período de 2021.

Além disso, em junho deste ano, foram produzidos 2.991 ônibus, comparados a 3.013 em maio, uma queda de 0,7%. Por sua vez, em junho de 2021, foram 1.622 unidades.

Em entrevista coletiva, o vice-presidente da Anfavea, Gustavo Rodrigo Bonini detalhou que, nos resultados do semestre, os segmentos foram divididos da seguinte maneira:

– miniônibus: 7%

– microônibus: 17%

– Caminho da Escola: 28%

– urbanos: 28%

– fretamento: 6%

– rodoviário: 14%

“No acumulado do ano, destaco a resiliência, tanto do segmento de caminhões quanto de ônibus, apesar da dificuldade logística que persiste e que já foi comentada ao longo do primeiro semestre de 2022”, comentou Bonini.

LICENCIAMENTO

Ainda segundo a Anfavea, o número de licenciamentos no primeiro semestre caiu 3%, passando de 7.538 para 7.309 unidades emplacadas. Entretanto, conforme noticiado pelo Diário do Transporte, a falta de peças e componentes eletrônicos está criando um “falso negativo” no setor.

Relembre: Emplacamentos de ônibus acumulam queda de 1,31% no primeiro semestre de 2022, diz Fenabrave

EXPORTAÇÃO

Já o número de exportações de ônibus cresceu 13,7% no período, passando de 1.889 no primeiro semestre de 2021 para 2.147 nos seis primeiros meses deste ano.

Confira os números, na íntegra:

RANKING DE MARCAS

A Mercedes-Benz segue líder de mercado, segundo a Anfavea, com 3.630 ônibus vendidos no semestre. Em seguida, está a MAN (Volkswagen Caminhões e Ônibus), com 1.859 unidades.

O terceiro lugar ficou com a Agrale, com 1.399 ônibus licenciados. Em seguida, está a Volvo, com 218 unidades, a Scania, com 88 e a Iveco, com 86.

Confira os dados, por fabricante:

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta