Eletromobilidade

BAE Systems fornece componentes para tração de Ônibus Articulados Híbridos Em Boston

Veículos vão substituir 32 ônibus Neoplan Dual Mode Articulated (DMA) que foram adquiridos entre 2004-2006

ADAMO BAZANI

A BAE Systems Inc. anunciou que vai fornecer componentes para tração de 45 ônibus articulados híbridos da cidade de Boston, em Massachusetts, nos Estados Unidos

Os veículos são Enhanced Electric Hybrid (EEH) vendidos pela New Flyer Industries para a Massachusetts Bay Transportation Authority (MBTA).

Segundo a fabricante, os ônibus articulados de 18,3 metros fazem parte da renovação de frota da cidade de Boston e vão substituir 32 ônibus Neoplan Dual Mode Articulated (DMA) que foram adquiridos entre 2004-2006.

O trem de força dos novos veículos híbridos é uma variação do modelo Série-ER da BAE Systems e permite que o motor a diesel do veículo seja desligado completamente por até cinco quilômetros de cada vez, sendo alimentado apenas pela bateria de íons de Lítio de 32 kWh.

Entre as principais diferenças em relação aos ônibus convencionais Enhanced Electric Hybrid (EEH) de 18,3 metros da New Flyer, os novos coletivos fornecidos para o MBTA têm como inovação no sistema de propulsão da BAE Systems um eixo elétrico ZF AxTrax AVE, instalado como eixo central, além do motor de tração central para acionamento do eixo traseiro. O AxTrax AVE possui acionamentos elétricos integrados próximos às rodas.

Segundo a BAE Systems, esse sistema de tração dupla fornece tração adicional para permitir que os ônibus articulados operem com mais segurança em condições de neve ou gelo. O novo desenvolvimento foi feito para atender as necessidades específicas das condições climáticas da cidade de Boston.

De acordo com a MBTA, em anos anteriores, a cidade teve que retirar de operação os ônibus articulados durante tempestades de inverno com neve, criando problemas de capacidade na frota restante. O sistema de tração dupla resolve esse problema, proporcionando aos veículos tração suficiente para operar com segurança na neve. Como resultado, a BAE Systems e a New Flyer acreditam que o sistema pode ser aplicado em outras cidades com as mesmas condições climáticas de frio intenso.

Além da neve e gelo, a rota Silver Line de Boston oferece outro desafio único que o MBTA teve que considerar: o túnel Silver Line foi construído sem ventilação. Consequentemente, os ônibus com sistemas de transmissão somente a diesel são proibidos de operar no túnel de uma milha de extensão. O sistema híbrido Series-ER da BAE Systems permite que os ônibus desliguem completamente o motor a diesel por até 3 milhas, trafeguem pelo túnel apenas no modo elétrico, com sua bateria de 32 kWh, e voltem para o modo diesel no trecho ao ar livre.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta