Greve de ônibus em Macapá completa uma semana nesta terça (21)

Ainda não houve acordo entre trabalhadores e viações

ADAMO BAZANI

Completou nesta terça-feira, 21 de junho de 2022, uma semana a greve de motoristas e demais funcionários das empresas Capital Morena e Amazontur, em Macapá.

Apenas alguns trabalhadores receberam os pagamentos atrasados, mas a categoria diz que só vai voltar se todos os profissionais terem os depósitos.

O Setap (Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Amapá) mantém a informação de que apenas 30% da frota estão em circulação.

Como mostrou o Diário do Transporte, os trabalhadores protestam contra os seguidos atrasos no pagamento dos salários. Além disso, cobram o cumprimento do acordo coletivo feito com as empresas, e os depósitos do INSS e do FGTS que estão atrasados. Os funcionários também pedem reajuste salarial.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2022/06/17/greve-de-motoristas-de-empresas-do-transporte-de-macapa-entra-no-terceiro-dia/

As reuniões entre a categoria e as empresas, até o momento, não tiveram acordo.

A zona norte da capital amapaense é a região mais afetada pela greve.

As empresas divulgaram nota afirmando que a greve “é injustificável”, uma vez que os atrasos são de apenas sete dias.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta