Greve no transporte público de Guarapuava (PR) completa quatro dias com atendimento parcial

Foto: Manu Busóloga Betim/Ônibus Brasil

A categoria cumpre determinação da justiça para ter 50% da frota circulando no horário de pico

WILLIAN MOREIRA

A paralisação no transporte público da cidade de Guarapuava (PR) completa quatro dias nesta sexta-feira, 17 junho de 2022, mas com o retorno parcial do serviço.

Os trabalhadores seguem a determinação da Justiça de 50% da frota nos horários de pico e 25% nos demais horários.

A categoria, de acordo com o Sintrar (Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Rodoviário em Guarapuava), pede um aumento salarial de 11,08% com referência à data-base de novembro do ano passado, mas também alterações na carga de trabalho e o pagamento de férias e salários atrasados.

O sindicato afirma também que 20 coletivos saíram as ruas para atender os passageiros.

Nesta sexta (17), uma audiência online está marcada entre a Pérola do Oeste, sindicato e representantes da Prefeitura, na busca para conseguir um acordo que encerre o movimento grevista.

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta