Informe publicitário

Prodata Mobility avança em formas de pagamento simples no transporte coletivo

Utilizando o conceito ABT, empresa de bilhetagem eletrônica inova com funcionalidades que facilitam a vida do usuário dos ônibus

Cada dia mais o desenvolvimento econômico e social passa por mudanças e melhorias pela mobilidade urbana, desafiando as instituições públicas junto dos prestadores de serviços da área de transporte a se adaptarem e evoluírem de forma integrada e simultânea.

Em direção à modernidade, a PRODATA atua dentro do mercado de bilhetagem eletrônica, busca sempre estar à procura de novas formas eficientes e inteligentes para a comercialização de créditos e, assim, disponibilizar para seus clientes, operadores de transportes públicos formas de pagamentos simples e convenientes para assegurar que os serviços sejam bons para os passageiros de forma ágil e segura.

Pensando nisso, a empresa PRODATA MOBILITY BRASIL, líder e referência de bilhetagem eletrônica na América Latina, oferece a solução PROCLOUD, utilizando o conceito de ABT – ACCOUNT BASED TICKETING, um sistema de emissão de bilhetes baseado em uma conta do usuário alocada na “nuvem”. Por esse sistema, o usuário não precisa mais de cartões para armazenar seus créditos – para isso, ele pode utilizar seu próprio celular como método de pagamento. A utilização do celular permite efetuar a transação em tempo real, acessando seu ID de conta com débito dos créditos correspondentes à tarifa após a validação pelo sistema.

Desde 2019, o ABT já funciona na cidade de Campinas com quase um milhão de transações até os dias de hoje, com total confiança e comodidade para o usuário.

A PRODATA MOBILITY desenvolveu, em alguns de seus projetos, o módulo MERCURY CLOUD CENTER (MCC), que possibilita a compra de créditos via Apps ou sites de vendas, podendo gerar a recarga direta nos validadores. Essa funcionalidade está presente em diversas cidades, como as capitais Porto Alegre e Recife, além do estado do Rio de Janeiro, onde mensalmente são realizadas 25 milhões de reais de recargas online dentro da frota de 10.500 ônibus, todos equipados e conectados com o sistema central.

Outra função que tem crescido dentro das cidades é a adoção do EMV, que possibilita o pagamento com cartão de crédito ou débito sem contato. Depois de Jundiaí, Goiânia foi a primeira capital a adotar em 100% de sua frota o EMV, com quase meio milhão de transações no último mês.

Essa função proporciona inúmeros benefícios para todos os envolvidos, como, segurança para os usuários e baixo custo de manutenção para os operadores de transportes.

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta