Diário no Sul

Porto Alegre (RS) recebe planos de implantação e manutenção dos novos abrigos de ônibus

A partir da entrega, equipe da Smmu e EPTC terá 15 dias para avaliar os documentos. Foto: Aline Rimolo / PMPA.

Na primeira quinzena de julho, será instalado um protótipo para que ajustes possam ser feitos

JESSICA MARQUES

A Prefeitura de Porto Alegre (RS) informou que já recebeu os planos de implantação e manutenção dos abrigos de ônibus da concessionária Abrigo Eletromidia.

As entregas foram feitas para a SMMU (Secretaria de Mobilidade Urbana).

Nos planos, constam os projetos arquitetônicos e demais projetos complementares.

Segundo a Prefeitura, na primeira quinzena de julho, será instalado um protótipo para que ajustes possam ser feitos nos abrigos que serão implantados. O local ainda está em análise.

“Esse é um passo muito importante na qualificação que queremos entregar à população. Com os novos abrigos, queremos dar mais segurança e conforto ao usuário do transporte coletivo. Trabalhamos para que outras parcerias como esta possam qualificar a mobilidade urbana na capital”, disse o secretário municipal de Mobilidade Urbana, Adão de Castro Júnior, em nota.

FISCALIZAÇÃO

A partir da entrega, a equipe que irá fiscalizar o contrato pela Smmu e EPTC terá 15 dias para avaliar os planos.

“Os projetos serão verificados quanto à conformidade das normas técnicas específicas e demais decretos municipais. Essa análise garante a qualidade e segurança do equipamento proposto. O design das paradas terá a fiscalização da população”, explicou a diretora-geral da mobilidade Urbana, Maria Cristina Ladeira.

Ainda de acordo com a Prefeitura, até 2027, Porto Alegre terá 1.507 novos abrigos de ônibus, 100 deles com câmeras de monitoramento e 180 com painéis de próxima chegada.

“A concessão dos abrigos de ônibus de Porto Alegre é um movimento muito importante para a Eletromidia. Esperamos levar uma experiência inovadora aos gaúchos, impactando positivamente na jornada diária das pessoas que utilizam o transporte público ou passam pelas ruas. Nosso objetivo é proporcionar uma interação diferenciada e positiva no ambiente urbano, como também trazer uma nova forma do público se conectar com a cidade”, afirmou o diretor de Relações Governamentais da Eletromidia, José Carlos Angelucci Jr.

MODELOS DE ABRIGOS

Ao todo, serão instalados dois modelos de abrigos: O Tipo A possui quatro assentos e três tomadas USB, e o Tipo B, três assentos. Ambos terão piso podotátil e espaço para cadeirantes, iluminação artificial por LED, proteções superior e lateral contra ventos e chuvas, informações sobre itinerário, além de três faces publicitárias.

O novo mobiliário ficará na cidade por 20 anos.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta