Prefeito de Salvador (BA) diz que tarifa de ônibus pode aumentar a partir de quarta (1º)

Nas últimas semanas, o prefeito vem afirmando que aguarda subsídios do governo federal para resolver a situação do transporte coletivo na cidade. Foto: Divulgação.

Bruno Reis afirmou que é impossível evitar reajuste sem redução de impostos e subsídio federal

JESSICA MARQUES

O prefeito de Salvador (BA), Bruno Reis, afirmou que a tarifa de ônibus na capital pode aumentar a partir desta quarta-feira, 1º de junho de 2022. Segundo o chefe do Executivo, é impossível evitar reajuste sem redução de impostos e subsídio federal.

O prefeito aguarda a aprovação de um projeto de lei, previsto para ser votado na Câmara dos Deputados ainda nesta semana. A proposta trata de um subsídio federal para o transporte coletivo.

“Eu ainda vou a Brasília amanhã. Temos uma reunião na casa do relator com alguns líderes de partidos. No fim de semana, me reuni com Adolfo Viana, ontem com Elmar Nascimento, e vou fazer um contato com Antonio Brito”, disse, à mídia local.

“Vamos ver se a Câmara dos Deputados pauta o projeto. Eu disse o tempo todo, de forma clara, para todo mundo, que se tivéssemos subsídio ou se tivéssemos redução do ICMS para o óleo diesel do transporte público, a gente não daria o reajuste, mas, caso esse apoio não viesse, não restaria outra alternativa”, afirmou também o prefeito.

O projeto prevê subsídios de R$ 5 bilhões para financiar a gratuidade a idosos no sistema de transporte público. Entretanto, se não for aprovado, Reis prevê um reajuste na tarifa de ônibus de Salvador.

Relembre:

Câmara aprova regime de urgência para votação de PL de subsídios a idosos em ônibus, trens e metrô em todo País

“Eu disse o tempo todo de forma clara, se tivéssemos subsídio ou redução do ICMS do diesel, a gente não daria o reajuste e a prefeitura ia assumir essa conta. Mas se não o acordo não viesse, como ocorre todos os anos, haveria o reajuste da inflação do período e agora com a situação mais agravada com aumento de 100% do óleo diesel”, explicou também.

Nas últimas semanas, o prefeito vem afirmando que aguarda subsídios do governo federal para resolver a situação do transporte coletivo na cidade.

Relembre:

Bruno Reis diz que transporte em Salvador faliu e acredita ainda em ajuda do Governo Federal para gratuidade a idosos

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta