ViaMobilidade promete reforma de seis estações neste ano

Imagem da atual estação Santo Amaro da Linha 9-Esmeralda que será reformada ainda neste ano. Foto: Diário do Transporte

Prazo de entrega dos trabalhos finalizados será em 2023

WILLIAN MOREIRA/ADAMO BAZANI

A ViaMobilidade prometeu iniciar a reforma de seis estações das linhas 8-Diamante e 9-Esmeralda neste ano de 2022.

Entre as intervenções previstas, está a ampliação da acessibilidade.

De acordo com a concessionária ao Diário do Transporte, os trabalhos contemplam quatro estações na linha 8 e mais duas na linha 9, com previsão de entrega em 2023.

As estações serão Lapa, Comandante Sampaio, Imperatriz Leopoldina, Sagrado Coração, Grajaú e Santo Amaro.

Em Santo Amaro, inclusive, outras obras estão programadas além da melhoria das plataformas da linha 9, iluminação e cobertura, como  é o caso da retomada da construção de um novo espaço na Linha 5-Lilás que irá ampliar o tamanho das plataformas e deve melhorar a transferência entre as duas ligações, operadas pelo mesmo grupo empresarial.

Atualmente, a execução do projeto encontra-se paralisada devido ao acidente que resultou no desabamento das estruturas metálicas no Rio Pinheiros em agosto de 2021.

Relembre: https://diariodotransporte.com.br/2021/08/17/estrutura-de-obra-de-metro-cai-sobre-rio-pinheiros-na-estacao-santo-amaro-da-linha-5-lilas/

Já a estação Lapa que fica na Zona Oeste da cidade de São Paulo, é uma das que possuem um grande vão entre o trem e a plataforma, e tem sérios problemas de acessibilidade como a falta de elevadores e escadas rolantes

A situação é ainda mais grave na estação Imperatriz Leopoldina, onde as pessoas precisam superar lances de escada para acessar a área paga do espaço.

As reformas e melhorias nas estações fazem parte do contrato de concessão com a ViaMobilidade que possui a vigência de 30 anos e investimentos de R$ 3,8 bilhões na infraestrutura das linhas 8 e 9.

Como mostrou o Diário do Transporte, na semana em que completa quatro meses de concessão, a empresa dos Grupos CCR e Ruas fechou um acordo com o Governo de São Paulo para tentar reduzir as constantes falhas em ambas as linhas. Entre as ações práticas, está o uso de mais duas plataformas cedidas pela CPTM na estação Barra Funda para a linha 8 e também de peças e materiais que estão “sobrando”.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2022/05/26/governo-de-sp-e-viamobilidade-definem-acoes-para-melhorar-linhas-8-e-9-cptm-cede-plataformas-3-e-4-da-estacao-barra-funda/

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Sara reis da silva disse:

    Bom dia,precisa melhorar e muito.Com a CPTM não tínhamos tantos problemas quanto agora,trens que não chegam ao seu destino previsto vive fora de serviço sem contar com os atrasos.As estações sempre lotadas,nós trabalhadores que depende desses serviços estamos arriscados de ficar desempregado por conta de atraso.
    Por favor,a estação de jandira as escadas é horrível para idosos e deficientes,os seguranças tem descer com os caderantes até a rua.
    O elevador tem mais é para enfeite já é um horror a entrada do elevador,a volta que os clientes precisa dar para embarcar e desembarcar.
    Se esse elevador pelo menos funcionar já é de grande ajuda para as pessoas tem suas modalidades reduzidas.
    Obrigada!

Deixe uma resposta