Informe publicitário

Praxio cria ebook com perspectivas para futuro da mobilidade após evento que reuniu referências do transporte de passageiros

Empresa especializada em software de gestão desenvolverá ações conjuntas com o setor

ALEXANDRE PELEGI

A Praxio, empresa especializada em software de gestão para o transporte e unidade especialista em mobilidade da nstech, acaba de lançar um ebook que reúne contribuições de mais de 50 executivos de transportes dos segmentos urbano, rodoviário e fretamento, além de presidentes de Associações e Federações.

Em evento presencial realizado no dia 07 de abril de 2022 em São Paulo, denominado Mobility Future: Construindo o Futuro da Mobilidade, os convidados realizaram dinâmicas que redundaram em um amplo mapeamento de dores e necessidades do setor, além de uma série de desejos e projetos futuros.

Este debate sobre economia, sustentabilidade e experiência dos clientes está sendo compartilhado agora com o mercado em conteúdo completo.

Lançado inicialmente no dia 12 de maio para a avaliação dos participantes, dentre os quais o Diário do Transporte, Valmir Colodrão, CEO da Praxio, coordenou o debate e as sugestões sobre o ebook, além de discutir os próximos passos.

Estamos comprometidos com o que foi abordado e vamos trabalhar ativamente para alcançar o cenário da mobilidade que vislumbramos. É visível que a tecnologia tem papel fundamental nessa trajetória. Esse ebook será distribuído para todas as pessoas ligadas a mobilidade, sem restrição, pois queremos contribuir para melhorar a mobilidade brasileira e consideramos que a Praxio tem papel relevante nesse movimento”, afirmou Colodrão

O ebook sobre o evento Mobility Future: Construindo o Futuro da Mobilidade engloba o cenário do setor rodoviário na mobilidade do Brasil, as principais dores e necessidades do setor, e os insights gerados a partir de discussões com os stakeholders que estiveram presentes no evento.

Para baixar o material completo basta acessar: https://materiais.praxio.com.br/mobility-future

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta