Câmara de Vereadores de BH fecha acordo com transporte suplementar e ameaça de greve é afastada

Entre os pontos discutidos está o pagamento de subsídios ao sistema

ADAMO BAZANI

Vereadores e representantes dos transportadores por micro-ônibus suplementares fecharam um acordo prévio nesta segunda-feira, 16 de maio de 2022, o que afastou momentaneamente a possibilidade de uma greve.

Pelas propostas discutidas entre as duas partes, a exemplo do que vai ocorrer com as linhas de ônibus comuns, que devem receber R$ 237,5 milhões de subsídios; os suplementares também vão contar com uma suplementação tarifária.

O valor, entretanto, ainda vai ser definido, mas os vereadores se dispuseram a aportar R$ 8 milhões a mais em relação às primeiras projeções.

Em troca, os suplementares deverão melhorar os serviços nas 26 linhas que operam, incluindo um aumento de 15% no número de viagens oferecidas nos horários de pico.

O acordo inclui as linhas que atendem às comunidades carentes.

Como mostrou o Diário do Transporte, os operadores do sistema fizeram protestos reivindicando melhorias na situação financeira dos serviços.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2022/05/16/motoristas-de-onibus-suplementares-de-bh-suspendem-greve-na-expectativa-de-reuniao-com-vereadores-nesta-segunda-16/

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta