Elevador da estação Santa Cruz da linha 5-Lilás “despenca”, segundo usuários, e Bombeiros precisam resgatar passageiros. ViaMobilidade diz que equipamento não despencou, parou entre andares

Funcionário verifica elevador

Problema ocorreu entre 16h52 e 18h42. De acordo com ViaMobilidade, ninguém se feriu, mas uma pessoa precisou de atendimento por ter passado mal

ADAMO BAZANI

Passageiros da linha 5-Lilás de metrô de São Paulo passaram por momentos de tensão entre a tarde e o início da noite desta sexta-feira, 13 de maio de 2022.

Relatos em redes sociais dão conta que um dos elevadores teria “despencado” e parado fora de alinhamento com o piso na estação.

Imagens mostram um funcionário da estação verificando o equipamento.

Procurada pelo Diário do Transporte, a ViaMobilidade, concessionária da linha, informou que ocorreu de fato um problema entre 16h52 e 18h42. Oito pessoas ficaram presas e tiveram de ser resgatas pelos Bombeiros, mas, segundo a empresa, não houve feridos.

Em nova nota, a ViaMobilidade disse que o elevador não “despencou” conforme os relatos e ficou parado entre os andares. Ainda de acordo com a concessionária, uma pessoa passou mal, mas ninguém se feriu

Veja a nota.

 A ViaMobilidade, concessionária responsável pela operação e manutenção da Linha 5-Lilás de metrô de São Paulo, esclarece que na ocorrência de ontem, dia 13, na estação Santa Cruz, o elevador ficou parado entre andares e não despencou, conforme noticiado em algumas redes sociais. Tivemos um elevador que ficou parado entre andares das 16h52 às 18h42, situação essa com total segurança aos passageiros e nenhum risco de queda. Os bombeiros foram acionados  para a liberação e atendimento dos passageiros retidos, conforme protocolo. Uma pessoa passou mal e foi encaminhada ao Pronto Socorro. Reforçamos que a concessionária executa todas as manutenções preventivas, de acordo com as normas reguladoras e procedimentos vigentes; com total compromisso com a prestação de serviço de qualidade e segurança na mobilidade urbana de São Paulo.

Na noite de sexta-feira, elevador estava isolado

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. José Antônio Da Cruz Filho disse:

    Infelizmente esse problema com elevador do metrô Santa Cruz porque existe uma manutenção diária feita pelo metro e pras pessoas entender que não subir mais gente do que o especificado no Aviso as a gente só pode 8 pessoas sobe 10 pessoas aí o elevador não Aguenta serve como Aviso graças a Deus 🙏🙏 não morreu ninguém.Amem 🙏🙏🙏✋😃

  2. Hamada disse:

    Linha 5 não é metro, é uma linha privatizada parte do grupo ccr chamada VIAMOBILIDADE

    1. diariodotransporte disse:

      Vamos lá

      – ViaMobilidade é citada (ler o texto)
      – Note a diferença “de metrô” – como colocamos. Errado seria se fosse escrito dO Metrô : Metrô (maiúscula – a companhia) e metrô (minúscula – o meio de transporte)
      Afinal, a linha é de metrô. não de trem suburbano ou de ônibus

      Esperamos ter explicado

  3. William de Jesus disse:

    O que mais vejo nessa estação são as pessoas correndo e se aglomerando nos elevadores desta estação para nao ter que subir as varias escadas rolantes. Deveria haver um controle para que apenas pessoas com restrição de mobilidade usem os elevadores

  4. WESLLEN RESENDE ELIZIO disse:

    O controle já é feito, por meio de sistema de comunicação visual. O que falta é bom senso. Os elevadores são estritamente para uso de pessoas com deficiência. Existe outros meios para os usuários se locomoverem. O problema é que sempre botam culpa no serviço, mas o usuário é sempre isento. Há falhas, sim, mas a população deveria ter mais bom senso.

  5. Ana lucia de freitas6 disse:

    Tenho um filho menor cadeirante e todas as vezes que passo por esta estação preciso de ajuda dos policias pra entrar no elevador ,sem contar que muitas das vezes tem apenas 1 funcionando .
    Isso é um tapa na cara da sociedade ,a estação deveria ser funcional pois demanda um grande número de idosos e deficientes .
    O primeiro vagão esta sempre lotado .
    Nunca consigo embarcar com filho cadeirante sem ajuda tb dos policias .
    Vergonha chamar de via mobilidade .
    Precisamos urgentemente de mais segurança e ajuda pra principalmente entrar nos elevadores que deveria der uso exclusivo pra quem reclamante necessita .

Deixe uma resposta