Mercedes-Benz concede férias coletivas de 15 dias para 5,6 mil funcionários em SP e MG

Ao todo, são 5 mil funcionários de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, e cerca de 600 de Juiz de Fora. Foto: Divulgação.

Motivo é a crise global de abastecimento de semicondutores, segundo a fabricante

JESSICA MARQUES

A Mercedes-Benz informou que vai conceder férias coletivas para 5,6 mil trabalhadores nos estados de São Paulo e Minas Gerais. O motivo é a crise global de abastecimento de semicondutores, segundo a fabricante.

As férias coletivas são para 5 mil funcionários de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista e para cerca de 600 de Juiz de Fora, em Minas Gerais.

O período das férias coletivas é de 18 de abril a 03 de maio. Em nota, a Mercedes-Benz informa que está adorando diversas medidas para enfrentar a crise de abastecimento de peças.

Confira a nota da empresa, na íntegra:

Em razão da crise global de abastecimento de semicondutores, a Mercedes-Benz está ajustando sua produção de caminhões, chassis de ônibus e agregados (câmbios, motores e eixos) na fábrica de São Bernardo do Campo (SP) e de cabinas de caminhões em Juiz de Fora (MG).

Para tanto, está concedendo férias coletivas para parte dos colaboradores produtivos no período entre 18 de abril e 03 de maio (15 dias), sendo cerca de 5 mil profissionais produtivos de SBC e cerca de 600 de JDF.

A Empresa reforça seu forte compromisso em atender aos clientes e tem adotado diversas alternativas junto à cadeia brasileira de suprimentos e ao grupo Daimler Truck mundialmente para enfrentar os desafios diários de abastecimento de peças, situação que afeta toda a indústria global.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. vagligeiro disse:

    Depois que falo que precisamos de projetos de reaproveitamento veícular, galera me ignora…

Deixe uma resposta