Diário no Sul

Coleurb abre vagas de emprego em Passo Fundo (RS)

Interessados devem contatar diretamente a empresa. Foto: Paulo Gustavo/Ônibus Brasil.

Postos de trabalho disponíveis são para mecânico, chapeador, cobrador, eletricista, lavador de veículos e motorista

WILLIAN MOREIRA

A Coleurb, empresa do transporte coletivo de Passo Fundo, no estado do Rio Grande do Sul, está contratando. Foram abertas vagas para mecânico, chapeador, cobrador, eletricista, lavador de veículos e motorista.

Quem estiver interessado pode se candidatar enviando o currículo no site da empresa, enviar e-mail para recrutamento@coleurb.com.br ou também comparecer à garagem da empresa, levando carteira de trabalho, RG e CPF.

Veja abaixo a relação de vagas e os requisitos de cada posto de trabalho:

Auxiliar de Mecânico
Ensino Médio Completo;
Vivência anterior em atividades relacionadas à mecânica;
Desejável conhecimento sobre ferramentas e máquinas pneumáticas.

*Chapeador (Manutentor de Frota)
Desejável Ensino Médio Completo;
Vivência em manuseio de máquinas e ferramentas;
Desejável conhecimento em mecânica, elétrica, chapeação e solda.

Cobrador
Ensino Médio Completo;
Conhecimento em cálculos matmáticos;
Desejável experiência com atendimento público.

* Para essas vagas os currículos recebidos ficarão em banco de oportunidades para contratações futuras.

Eletricista
Ensino Médio Completo;
Desejável vivência anterior na função ou como auxiliar de eletricista;
Desejável curso técnico na área;
Noções de práticas elétricas.

Lavador de Veículos
Identificar a necessidade de lavagem dos veículos;
Realizar limpeza interna e externa dos carros da frota;
Controlar entrada e saída de veículos para a limpeza;
Demais atividades correlatas ao cargo.

Mecânico
Ensino Médio Completo;
Desejável curso técnico na área;
Noções práticas de mecânicas;
Conhecimento básico de ferramentas comuns à mecânica.

Motorista Urbano
Ensino Fundamental Completo;
Carteira Nacional de Habilitação na categoria D ou E;
Curso de transporte coletivo de passageiros;
Experiência na condução de ônibus ou caminhão.

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta