Greve de ônibus da Trans Oeste atinge parte de Belo Horizonte nesta segunda (24)

Várias linhas da cidade são impactadas

ADAMO BAZANI/WILLIAN MOREIRA

Funcionários da empresa Trans Oeste que opera linhas do transporte coletivo urbano de Belo Horizonte, iniciaram uma greve na manhã desta segunda-feira, 24 de janeiro de 2022.

O motivo da paralisação dos ônibus ainda não foi oficialmente comunicado, mas seria em razão de atrasos no pagamento de salários.

Linhas que atendem as estações Diamante e Barreiro são afetadas.

A Trans Oeste chegou a paralisar os 88 ônibus das 28 linhas no dia 13 de janeiro de 2022, mas na ocasião, não foi greve de motoristas. A empesa alegou que não tinha condições de operar por falta de recursos para comprar insumos básicos como óleo diesel.

No dia 14, a empresa voltou a funcionar após outras companhias ajudarem na aquisição do combustível.

Na ocasião, após pedido do prefeito Alexandre Kalil, o MPBH (Ministério Público de Belo Horizonte) liberou o uso de R$ 4,3 milhões de um fundo criado para situações de emergência nos transportes.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2022/01/14/onibus-da-trans-oeste-voltam-a-operar-em-bh-nesta-sexta-14/

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Rob T. L. disse:

    Essa é a empresa do Fabiano.
    Fabiano Borges Vieira.
    Que pôs uma laranja para cuidar de tudo lá em BH, enquanto ele rumou para Cuiabá para assumir umas linhas lá através de um outro rolo seu, a Viação Paraense.
    E com dinheiro do caixa da Transoeste ok?
    Mais canalha, impossível.

    Aliás essa empresa, Transoeste, é aquela do ônibus que despencou ladeira abaixo SEM FREIO matando algumas pessoas e deixando outras amputadas há uns anos atrás certo?

    Onde está o processo contra essa “empresa”?

Deixe uma resposta