Eletromobilidade

BYD entrega mais de 70 mil ônibus elétricos em todo o mundo após uma década no mercado

Fábrica da BYD na Hungria

Empresas de todo o planeta que adquiriram os coletivos deixaram de emitir 3,8 milhões de toneladas de CO2

ALEXANDRE PELEGI

A BYD, fabricante mundial de veículos elétricos e baterias, comemora um marco significativo.

Após realizar há uma década sua primeira entrega de frota de ônibus elétricos para operação comercial, a empresa informa que ultrapassou a marca dos 70 mil coletivos vendidos em todo o planeta.

Com caminhões, vans e carros como parte de seu portfólio de produtos, a BYD entregou mais de 600 mil veículos eletrificados somente em 2021. Desde o início de sua atuação no setor de eletromobilidade, já foram entregues mais de 1,5 milhões de veículos eletrificados até dezembro de 2021. Esses números representam a redução de mais de 9,3 milhões de toneladas de emissões de CO2, o que equivale a plantar mais de 781 milhões de árvores.

Somente na Europa foram entregues mais de 1,8 mil ônibus elétricos. Os veículos operam em mais de 100 grandes cidades de 20 países do velho continente. Juntos, os ônibus elétricos da BYD percorreram mais de 140 milhões de quilômetros, o que representa uma redução de 150 mil toneladas de emissões de CO2.

Em todo o planeta os ônibus elétricos fabricados pela BYD já rodaram 5,5 bilhões de quilômetros, deixando de emitir 3,8 milhões de toneladas de CO2.

EUROPA

Na Europa, a BYD foi a primeira e única empresa a expor um ônibus elétrico na BusWorld em 2011, fato relevante que marcou o início de diversas relações bem-sucedidas com clientes e fornecedores. Isso levou a empresa a se tornar importante fornecedora de ônibus 100% elétricos naquele continente.

Na fábrica construída na Hungria, a BYD aumentou a capacidade de produção para 400 unidades em um único turno, atendendo às crescentes demandas da Europa. No local é produzida a linha completa de ônibus elétricos BYD, desde o midi bus de 8,7 m até o modelo articulado de 18 m, assim como os chassis elétricos de um e dois andares destinados ao mercado britânico, com a capacidade de produzir 300 unidades em um único turno.

AMÉRICA LATINA

Hoje na América Latina a BYD tem suas maiores operações no Chile e na Colômbia, graças à ação dos governos que desenvolveram políticas de estímulo ao transporte público e à mobilidade elétrica.

Dados do Ebus Radar apontam que a América Latina tinha 1.582 ônibus elétricos à bateria em operação até outubro de 2021. Deste total, 1.114 unidades (70%) foram fornecidas pela BYD.

No Brasil, maior mercado de ônibus da América Latina, a BYD aposta num crescimento das encomendas para os próximos anos.

O diretor de marketing e sustentabilidade da BYD Brasil, Adalberto Maluf, cita o caso da cidade de São José dos Campos, em São Paulo, que deve ser a primeira cidade com um grande sistema exclusivo de ônibus a operar com uma frota de ônibus elétricos articulados no Brasil. “Isso deve mostrar ao país que é possível qualificar o transporte público com estabilização de custos e uso de energia limpa renovável”, complementa Maluf, que também é presidente da ABVE (Associação Brasileira do Veículo Elétrico).

O pioneirismo de São José dos Campos no Brasil pode ser identificado no processo de construção de um novo sistema de transporte público, que separou a compra do ônibus da operação de passageiros, modelo defendido por organizações internacionais como o Banco Mundial e o Banco InterAmericano. A cidade licitou a contratação de uma usina solar fotovoltaica para abastecer os ônibus elétricos e reduzir o consumo dos prédios públicos.

O Gerente Geral do Centro de Negócios de Veículos Comerciais da BYD Europa, Isbrand Ho, conta que a BYD lançou sua estratégia para a eletrificação do transporte público em 2010, após perceber a necessidade de mudança na forma como o mundo dependia tanto dos combustíveis fósseis para todos os meios de transporte. “Em 12 meses, a BYD testemunhou sua primeira frota de ônibus 100% elétricos implantados em serviço comercial, e estamos orgulhosos do progresso que a BYD fez durante a última década. No centro disto, tem estado nossa pesquisa e desenvolvimento contínuos em tecnologias eletrônicas e de baterias de última geração, o que tem sido fundamental para compartilharmos nosso conhecimento e nos engajarmos em muitas parcerias de sucesso em todo o mundo. A BYD está comprometida em fornecer soluções limpas e seguras, que sejam eficientes para os operadores e gentis para o meio ambiente, enquanto apoia seus clientes durante sua transição para a eletrificação, à medida que seguem suas estratégias de emissão zero“.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta