Diário no Sul

Navios e lanchas do Pará iniciam operação de transporte de moradores da ilha do Outeiro

Medida foi tomada devido a interdição da ponte que liga o distrito ao continente, após a queda do pilar central provocada por uma colisão. Foto: Marcelo Seabra / Agência Pará.

Navio de três andares com capacidade para mil pessoas realizou viagem nesta quinta (20)

JESSICA MARQUES

O Governo do Estado do Pará iniciou, nesta quinta-feira, 20 de janeiro de 2022, o reforço do transporte de moradores da ilha do Outeiro.

Com isso, deu início à operação de dois navios e duas lanchas.

Desde 17 de janeiro, a população sofre com os transtornos provocados pela interdição da ponte que liga o distrito ao continente, após a queda do pilar central provocada por uma colisão. Por esse motivo, foram criadas estas opções.

Segundo o governo, as lanchas rápidas são equipadas com ar-condicionado e transitam entre a rampa de acesso de Outeiro ao trapiche de Icoaraci, em um trajeto com duração de cinco minutos.

Já os navios trafegam entre o porto da CDP (Companhia das Docas do Pará) na ilha, e o Terminal Hidroviário de Belém, em viagens de cerca de 45 minutos.

Confira os horários de viagens entre o porto da CDP, antiga Sotave, na Ilha de Outeiro, e o Terminal Hidroviário de Belém (Avenida Marechal Hermes, Umarizal, Belém):

Funcionamento: Todos os dias, inclusive final de semana, de forma gratuita.

Horários: 

– Outeiro para Belém 
06:30 (embarcação com mil lugares)
07:00 (embarcação com 650 lugares)

– Belém para Outeiro 
12:00 (embarcação com mil lugares)
13h (embarcação com 650 lugares)

– Outeiro para Belém
13:30 (embarcação com mil lugares)
14:30 (embarcação com 650 lugares)

– Belém para Outeiro
17:30 (embarcação com mil lugares)
19:30 ( embarcação com 650 lugares)

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta